Secretaria de Turismo de Minas Gerais abre inscrições para o Minas Recebe 2018

Na segunda-feira, 8 de janeiro, a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur-MG) abriu o processo de habilitação para o ciclo 2018 do projeto Minas Recebe.

A inscrição pode ser realizada até o dia 22 de janeiro mediante preenchimento do formulário online disponível em no site da Setur e envio de toda a documentação para minasrecebe@turismo.mg.gov.br. Não há limite de empresas que possam participar do Minas Recebe em 2018 e o resultado será divulgado até 22 de fevereiro.

Para participar, as agências ou operadoras de turismo receptivo devem, obrigatoriamente, trabalhar com a comercialização de roteiros em Minas Gerais, bem como possuir site, blog ou rede social que divulguem informações atualizadas sobre o turismo mineiro, dentre outros requisitos técnicos informados na Resolução 03 de 25 de janeiro de 2017.

Uma vez aprovada, a empresa poderá participar, por exemplo, de qualificações e capacitações, ações de relacionamento, feiras profissionais do setor e viagens de reconhecimento. Ela também terá os contatos e os produtos turísticos divulgados no portal Minas Gerais e em materiais promocionais da Setur. A participação no projeto terá validade de um ano, mediante frequência mínima em reuniões técnicas, entre outros requisitos.

“O Minas Recebe colocou a nossa empresa no mapa do mundo. Nós éramos uma empresa pequena, trabalhávamos em âmbito local. Com o Minas Recebe aprendemos sobre administração, formas de divulgação e tivemos a possibilidade de participar de feiras. Não tínhamos a menor ideia de que isso era possível. Da noite para o dia passamos a ter contato com operadoras gigantescas do Brasil e do mundo”, salienta o gerente operacional da Primotur, Helder Primo.

Em contrapartida ao apoio da Setur, as empresas habilitadas para participar do Minas Recebe devem seguir as diretrizes traçadas pela pasta, manter vigentes as exigências legais solicitadas e promover os destinos mineiros.

“Esperamos que as agências possam aderir ao projeto na expectativa de crescimento tanto para a empresa quanto para o turismo em Minas Gerais”, reforça o secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Ricardo Faria.

*Com informações da Setur-MG.

LEIA MAIS

Comentários