Secretaria de Estado de Turismo divulga dados econômico-sociais positivos sobre o setor em 2015

Minas Gerais teve crescimento no número de estabelecimentos e também na renda média nominal mensal dos empregados formais no setor do turismo. É o que revelaram os dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego e apurados pela Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur).

Em 2015, Minas Gerais possuía 64.175 estabelecimentos formais do setor de turismo, o que representou crescimento de 0,8% em relação a 2014. Neste aspecto, o território de desenvolvimento Vale do Rio Doce foi o que mais cresceu, apresentando um valor de 3,3%, seguido das Vertentes (3,0%).

Se comparado aos outros estados da região Sudeste, Minas ficou em primeiro lugar em termos de crescimento médio do número de estabelecimentos turísticos e acima da média do Brasil, com um aumento de 4%, entre os anos de 2010 e 2015. O Espírito Santo ocupou o segundo lugar no ranking e fechou o ano com um aumento de 3,97%. Rio de Janeiro cresceu 3,3% e São Paulo alcançou 3,0%. Já o crescimento no país entre os anos de 2010 e 2015 foi de 3,7%.

A renda média nominal mensal dos empregados do setor de turismo em Minas Gerais cresceu 7,9% em 2015, atingindo um valor de R$ 1.392,12 – o seu máximo desde 2010. O maior crescimento no estado foi observado no Território de Desenvolvimento Central (12,6%), seguido da Metropolitana (10,6%).

Nesse indicador, Minas Gerais atingiu o segundo lugar em termos de crescimento, no período entre 2010 e 2015, se comparado aos outros estados da região Sudeste, com 9,3%. O Rio de Janeiro ficou em primeiro lugar, com um crescimento de 9,8%, enquanto que o Espírito Santo cresceu 9,2% e São Paulo, 9,0%. A renda do setor, no Brasil, cresceu 9,2%, com um valor de renda média de R$ 1.670,58 para cada trabalhador.

As análises também mostraram que a representatividade do turismo em relação às outras atividades econômicas aumentou. Em 2015, a parcela representada pelo turismo no que se refere ao número de estabelecimentos foi de 12,5% contra 12,3% em 2014. Em relação ao número de empregados no último ano a representatividade foi de 8,3% contra 8,2% em 2014. A representatividade da renda total dos trabalhadores no setor turístico em relação às demais atividades econômicas foi de 5,5% – um crescimento de 0,4 pontos percentuais entre os anos de 2014 e 2015.

Para o secretário de estado de Turismo, Ricardo Faria, os crescimentos demonstram o quanto é importante um trabalho realizado em conjunto. “Fomentar o turismo em Minas Gerais não é uma ação somente da Setur, mas sim de toda uma cadeia produtiva. Assim o governo e a iniciativa privada buscam o mesmo objetivo e trabalhando juntos podemos colher os frutos, como está acontecendo”, comemora.

RAIS

A Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) é um importante instrumento de coleta de dados da gestão governamental do setor do trabalho, que tem por objetivos: suprir às necessidades de controle da atividade trabalhista no país; prover dados para a elaboração de estatísticas do trabalho; e disponibilizar de informações do mercado de trabalho às entidades governamentais.

01

Dados gerais da RAIS 2015

Agências e Operadoras

Dados dos estabelecimentos:
Número de estabelecimentos em Minas Gerais: 1.185
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Caparaó (11,8%) e Médio e Baixo Jequitinhonha (8,3%).

Dados dos empregados:
Número de empregados em Minas Gerais: 4.096
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Médio e Baixo Jequitinhonha (53,3%) e Central (33,3%).

Dados da renda:
Renda média nominal mensal dos empregados em MG: R$ 1.933,25
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Caparaó (21,7%) e Triângulo Norte (16,5%).

Alimentação

Dados dos estabelecimentos:
Número de estabelecimentos em Minas Gerais: 27.891
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Médio e Baixo Jequitinhonha (8,1%), Triângulo Sul e Vertentes (5,8% ambos).

Dados dos empregados:
Número de empregados em Minas Gerais: 146.434
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Médio e Baixo Jequitinhonha (12,3%), e Oeste (4,8%).

Dados da renda:
Renda média nominal mensal dos empregados em MG: R$ 1.107,32
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Central (11,5%) e Noroeste (10,3%).

Comércio e serviços

Dados dos estabelecimentos:
Número de estabelecimentos em Minas Gerais: 18.647
Territórios de desenvolvimento mais cresceram entre 2014/2015: Vertentes (1,9%) e Caparaó (1,4%).

Dados dos empregados:
Número de empregados em Minas Gerais: 69.455
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Caparaó e Vertentes (1,7% ambos).

Dados da renda:
Renda média nominal mensal dos empregados em MG: R$ 1.290,71
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Sul (12,7%) e Mata (10,3%).

Entretenimento

Dados dos estabelecimentos:
Número de estabelecimentos em Minas Gerais: 7.159
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Mucuri (10,8%) e Médio e Baixo Jequitinhonha (7,8%).

Dados dos empregados:
Número de empregados em Minas Gerais: 44.530
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Caparaó (16,9%) e Vale do Rio Doce (10,1%).

Dados da renda:
Renda média nominal mensal dos empregados em MG: R$ 1.481,32
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Mucuri (24,3%) e Oeste (15,5%).

Hospedagem

Dados dos estabelecimentos:
Número de estabelecimentos em Minas Gerais: 4.039
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Vale do Rio Doce (11,4%) e Alto Jequitinhonha (7,1%).

Dados dos empregados:
Número de empregados em Minas Gerais: 33.667
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Mata (5,7%) e Triângulo Sul (3,4%).

Dados da renda:
Renda média nominal mensal dos empregados em MG: R$ 1.190,61
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Central (9,9%), Oeste (9,5%), Sul (9,5%) e Alto Jequitinhonha (9,5%).

Transportes

Dados dos estabelecimentos:
Número de estabelecimentos em Minas Gerais: 5.254
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Vertentes (7,1%) e Caparaó (6,2%).

Dados dos empregados:
Número de empregados em Minas Gerais: 102.509
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Vertentes (13,8%) e Oeste (5,9%).

Dados da renda:
Renda média nominal mensal dos empregados em MG: R$ 1.873,49
Territórios de desenvolvimento que mais cresceram entre 2014/2015: Central (23,3%) e Metropolitana (14,5%).

Resumo:

  • O setor com maior crescimento no número de estabelecimentos: Alimentação;
  • O setor com menor variação no número de empregados: Alimentação;
  • O setor com maior crescimento na renda média nominal mensal dos empregados: Agências e Operadoras.

*Com informações da Agência Minas.

LEIA MAIS

Comentários