Relatório “Panoramas e Tendências do Turismo em Minas Gerais” de novembro mostra crescente recuperação do setor

Esta disponível no site do Observatório do Turismo de Minas Gerais (OTMG) o sétimo volume do relatório “Panoramas e Tendências para o Turismo em Minas Gerais Pós Covid-19”. A publicação, referente a novembro de 2020, pode ser visualizada em sua versão completa ou resumida.

De acordo com o documento apresentado pelo OTMG, entidade de pesquisas que é coordenada pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult), o mês de setembro reforça a recuperação gradual do turismo no estado se for observado o fluxo de voos e de passageiros no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte: foram 322.259 desembarques, o que representa um aumento de 38,25% em relação a agosto. O número de voos também foi maior: foram 3.481 pousos e decolagens, o que representa um crescimento de  35,5% em comparação com agosto.

Além disso, o relatório mostra que a taxa de ocupação hoteleira na capital mineira manteve o crescimento, com média de 37,9% – a maior em 2020 desde o mês de abril, e um dos motivos atribuídos a isso é a reabertura dos estabelecimentos comerciais em Belo Horizonte.

Faturamento, empregos e viagens

De acordo com os dados da edição de novembro do Panorama e Tendências, o mês de setembro registrou muitos índices positivos para o turismo em Minas Gerais. Destaque para o faturamento de R$ 1 bilhão do setor e o primeiro saldo positivo de empregos formais desde fevereiro de 2020, ainda com crescimento de 0,23% em relação a agosto, o que significa mais admissões do que demissões na área.

Para o secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, os números positivos apresentados na mais recente edição do “Panoramas e Tendências” são mais um motivo para dar sequência ao que vem sendo feito pela pasta desde o início da pandemia. “O relatório mostra que o turismo em Minas Gerais está tomando fôlego novamente, sobretudo se olharmos o faturamento do mês de setembro, que ultrapassou R$ 1 bilhão e que corresponde a 8% do país. Continuamos o trabalho de muito diálogo com toda a cadeia produtiva do turismo e da cultura no estado para unir esforços, recuperar e desenvolver cada vez mais esses setores e conseguir resultados ainda mais expressivos, como estes que tivemos com relação aos meses de setembro e outubro”, ressalta Oliveira.

Também base no relatório, os principais e-commerces do setor de turismo e viagens apresentaram 71 milhões de acessos em outubro, o que significa um crescimento de 18% em relação a setembro – o que pode indicar que as pessoas estão se sentindo mais seguras e interessadas em planejar suas viagens.

Seguindo o tema “Viagem”, o estudo mostra que um tema muito buscado no Portal Minas Gerais, em outubro, foi “cachoeira” – neste mês, grande parte do território mineiro estava na “Onda Verde” do plano Minas Consciente e as temperaturas aumentaram, fatores que podem ter motivado a busca pela atração turística em todo o estado.

Ainda dentro de “Viagens”, o Panoramas e Tendências apresenta os resultados das enquetes realizadas por meio do perfil promocional da Secult no Instagram, o @visiteminasgerais,com números mais animadores do que os da última pesquisa: 52% dos entrevistados disseram que pretendem viajar nos próximos 30 dias, e 73% afirmaram que pretendem realizar uma viagem em até 90 dias. Para 61%, o tipo de viagem ideal será com duração de um fim de semana.

O relatório Panoramas e Tendências do Turismo em Minas Gerais pode ser acessado AQUI, tanto em sua versão completa quanto resumida.

LEIA MAIS

Comentários