Parque Estadual Mata do Limoeiro será destaque nas agências de turismo do estado

O Parque Estadual Mata do Limoeiro, localizado no distrito de Ipoema, em Itabira, foi um dos roteiros turísticos selecionados pelo Governo de Minas Gerais para estimular o desenvolvimento turístico no estado. Assim, representantes da Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur) e proprietários de agências de turismo mineiras estarão na quinta-feira, 21 de setembro, no Museu do Tropeiro, no distrito itabirano, para visitar o atrativo turístico.

A proposta é desenvolver roteiros turísticos na região e, com isso, aumentar o fluxo de visitantes nos diversos atrativos existentes em Minas Gerais – o que inclui as atrações localizadas em Itabira. “Foram escolhidas 16 unidades de conservação e, desse total, quatro serão pilotos. O nosso parque estadual é um destaque neste projeto devido a infraestrutura que oferece”, explica José Don Carlos Alves Santos, secretário municipal de  Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo.

O turismo é uma das possibilidades para a diversificação econômica de Itabira. Um tema que tem sido bastante discutido na cidade, que tem na mineração uma das suas principais fontes de renda.

Roteiro

Antes de explorar o parque, Don Carlos e a equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT) irão acompanhar a equipe da Setur e dez empresários do turismo em vários pontos de visitação do município.

Depois de conhecerem o Museu do Tropeiro e as atrações culturais do distrito – Lavadeiras, Estaladores de Chicote e Sons da Tropa – os visitantes irão para Senhora do Carmo, Serra dos Alves, Cachoeira do Patrocínio, Morro Redondo e Cachoeira Alta. “Nosso objetivo é mostrar a vivência e receptividade dos distritos, já que estamos tendo uma grande oportunidade de potencializar o nosso turismo”, avaliou o secretário.

O trabalho na Mata do Limoeiro, de acordo com o roteiro da SMDECTIT, começa na sexta-feira, 22 de setembro, quando os donos das agências poderão explorar o parque por meio de trilhas.

LEIA MAIS

Comentários