Já pensou se hospedar na Muralha da China?

O Airbnb pensou! Depois de disponibilizar um quarto dentro do Museu do Louvre, na França, o site agora criou um local de hospedagem em um dos monumentos mais icônicos da história da humanidade. Construída por volta do ano 220 a.C., com mais de 8 mil quilômetros de extensão, a Muralha da China demorou quase 20 séculos para ser finalizada.

O co-fundador do Airbnb na China, Nathan Blecharczyk, explicou que “é uma honra trabalhar com historiadores e outros entusiastas de Pequim para criar esta experiência única. Estamos muito orgulhosos com os resultados deste esforço coletivo”.

Com a ideia de aproveitar o máximo da arquitetura rústica do espaço, foram feitas poucas intervenções. O quarto tem capacidade para um casal, oferece uma cama espaçosa, mesa de jantar e aposta na luz baixa para que os clientes possam aproveitar o máximo da luminosidade do céu. Detalhe importante: não há teto! Que se hospedar lá, irá dormir ao relento, olhando para as estrelas.

muralha-6

Além disso, serão oferecidas aulas de noções sobre costumes tradicionais da China, um jantar de comida gourmet da China. Justamente por se tratar de um patrimônio da humanidade, os interessados vão ter que respeitar uma série de regras como não ouvir música alta ou escalar a parte de fora do muro.

Se você achou essa uma proposta tentadora,  acesse a página do Airbnb e responda “Porque você acredita ser importante romper barreiras entre culturas?”. As respostas poderão ser enviadas até dia 11 de agosto. A suíte de luxo vai ser aberta a partir de setembro. O prazo máximo de hospedagem é de quatro noites.

LEIA MAIS

 

Comentários