Instituto Datafolha aponta Minas Gerais como melhor destino turístico para conhecer a história brasileira

Pelo segundo ano consecutivo, Minas Gerais foi eleita, pelos paulistanos, como melhor destino turístico para quem deseja conhecer a história brasileira. A preferência dos moradores da capital paulista foi constatada em pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha, ligado ao jornal Folha de S.Paulo, e rendeu a Minas, novamente, o prêmio de “Melhor Destino Histórico” do país.

A premiação foi entregue na quarta-feira, 20 de setembro, ao secretário adjunto de Turismo, Gustavo Arrais, por José Milton Eça Farias e Bruno Resende, representantes do jornal. De acordo com a publicação, Minas Gerais é o destino “onde Deus fez a morada”.

Ouro Preto, São João del-Rei, Tiradentes, Diamantina, Congonhas e o mestre Aleijadinho, Mariana, ladeiras, tradições, entre outros atrativos, são os alvos dos turistas que buscam um destino recheado de histórias. Além disso, Minas Gerais possui 60% dos “patrimônios históricos da humanidade”, reconhecidos pela Unesco, no país.

04
O secretário adjunto de Turismo, Gustavo Arrais, recebeu a premiação dos representantes da Folha de São Paulo, José Milton Eça Farias e Bruno Resende.

“É com grande satisfação que recebemos, pelo segundo ano consecutivo, este prêmio. Sabemos da riqueza do nosso estado e estamos conseguindo conquistar cada vez mais turistas para compartilhar um pouco mais dessa história que está viva por todas as regiões mineiras”, comemorou o secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Ricardo Faria.

Para o secretário, quem vem em busca de conhecimento encontra também festas típicas, cultura, religiosidade, hospitalidade e, claro, muita gastronomia e um povo acolhedor. “Temos muito a ofertar, não apenas no segmento histórico. Estamos felizes pelo reconhecimento, que é fruto do trabalho de uma equipe que apresenta as riquezas de Minas Gerais traduzidas em ações que se tornam um convite para despertar no turista o desejo de experimentar e vivenciar o que temos de melhor”, reforçou.

*Com informações da Agência Minas.

LEIA MAIS

Comentários