Grupo de capoeira de Catas Altas participa de Educação Patrimonial no Santuário do Caraça

O “Libertação da Capoeira de Catas Altas” foi mais um grupo a participar da atividade de Educação Patrimonial “Garimpando Nosso Patrimônio”, modalidade Local de Memória Coletiva, que acontece em Catas Altas, Minas Gerais.

O passeio contou com 14 participantes e foi realizado no Santuário do Caraça. Na ocasião, além de distribuir cartilhas sobre patrimônio cultural, o chefe do departamento de Cultura, Eder Ayres Siqueira falou sobre a importância da preservação do patrimônio cultural do município; sobre o que é um museu e para que ele serve; e sobre o ICMS/CULTURAL.

Na recente avaliação (referente ao ano de 2017) divulgada pelo Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha), o município conseguiu 31,57 pontos (contra os 17,47 do exercício anterior), ficando em quinto lugar no estado em arrecadação do imposto. Essa é a maior pontuação em oito anos.

Durante o passeio, os integrantes do grupo de capoeira ainda visitaram o museu, que tem em seu acervo centenas de peças originais, entre elas a cama usada por Dom Pedro II e sua esposa Tereza Cristina, quando estiveram no Caraça.

LEIA MAIS

Comentários