Estado de Minas Gerais bate recorde em fluxo de turistas estrangeiros

O número de gringos que visitaram o estado de Minas Gerais aumentou consideravelmente em 2017. De acordo com pesquisas, no ano passado foram 56.504 visitantes, em média. Um aumento de 65% se comparado aos anos anteriores.

Se comparar com a Copa de 2014, que foi realizada no Brasil, o estado recebeu 34.099 turistas estrangeiros, enquanto que em 2017 esse número foi de 56.504. Ainda falta muito para que Minas Gerais seja reconhecido como um destino internacional, mas os números mostram boas chances.

O que os gringos mais gostam em Minas Gerais?

O que mais chama a atenção dos turistas estrangeiros para Minas Gerais são as diversas opções de atividades e outros atrativos. Entre eles, ganha destaque os destinos onde se concentram pontos turísticos cercado por belezas naturais.

Além desses, os turistas também são atraídos pela culinária local, patrimônios culturais da humanidade e pelo povo atencioso e hospitaleiro. Entre as cidades que mais receberam os gringos, Belo Horizonte é a que se destaca.

Em 2017, a capital mineira recebeu mais visitantes da Argentina, África do Sul e dos Estados Unidos, conforme dados da Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais.

O que levou a esse aumento de visitantes gringos em Minas Gerais?

O número de visitantes estrangeiros no estado está aumentando desde 2009, quando houve captação de voos internacionais, oferecendo assentos de Santiago, no Chile; Buenos Aires, na Argentina; e Nova Iorque, nos Estados Unidos da América (EUA). Isso facilita a entrada dos turistas no estado.

Porém, Minas Gerais tem seus encantos e é um estado único a oferecer multiplicidade de atrativos em um só destino. Cada um dos seus 853 municípios e mais de 5.000 distritos e povoados oferecem riquezas culturais, históricas e naturais.

Também têm como atrativos, o artesanato, culinária, festas tradicionais e a hospitalidade. Ou seja, cada um desses fatores contribuiu para o aumento de turistas estrangeiros no estado.

Congonhas e Ouro Preto, por exemplo, são patrimônios culturais da humanidade, um título que receberam por ter um conjunto arquitetônico e atrativos que fogem do comum “praia e sol”.

Além da oferta de atrativos que o estado possui, Gustavo Arrais, secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, informou que o setor focou na divulgação, promoção e posicionamento. Para isso, foram colocados vários anúncios em voos internacionais, participação em mais de 90 feiras nos últimos três anos e a realização de diversas parcerias com companhias aéreas para aumentar voos diretos.

Conforme destaca o secretário, o setor de turismo do estado de Minas Gerais voltou seus esforços na venda do estado como um destino para quem busca história e cultura, além de atrativos naturais.

Minas Gerais investe na segurança para atrair ainda mais turistas

Conforme dados levantados em 2016 pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Minas Gerais aparece em 24ª posição, de 27 estados, quando o assunto é sobre os estados que mais investiram em segurança pública por pessoa.

Até essa análise, Minas Gerais investiu R$ 486 com segurança pública por morador, considerando uma população de 20.869.101. O total de gastos somou em R$ 10.077.099.998,81.

Belo Horizonte, por exemplo, é uma das capitais que mais investem em segurança, porém, não deixa de ter problemas como qualquer outra cidade do país. Ao visitar Minas Gerais, os gringos buscam o máximo de informações sobre o destino e usam e-book de viagens, sites com dicas de viagem ou do governo, entre outros canais.

Pensando nisso, as cidades mineiras estão investindo até em aplicativos para fomentar o turismo na região. Com isso, os gringos contam com plataformas de guias turísticos, pontos e rotas turísticas, restaurantes e diversas informações sobre segurança, bem como telefones úteis. O setor entende como excelente forma de sinalização e já agrada turistas de todos os lugares, inclusive do Brasil.

Por: Andréia Silveira, colaboradora do site SeguroViagem.org.

LEIA MAIS

Comentários