Mulhere-se, da Rede Minas, trata de educação sob a ótica das mulheres

No domingo, 17 de março, a série “Mulhere-se”, da Rede Minas, completa três anos. Para celebrar a data, o tema escolhido foi educação. O programa promete uma discussão aprofundada e variada sobre o tema, abordando de currículos e linhas pedagógicas a questões raciais.

Nesse segundo episódio da série, que será exibido na quinta-feira, 14 de março, às 20h45, a mestre em Educação, historiadora e professora Luana Tolentino faz uma análise do processo de aprendizagem dentro e fora da sala de aula. Aspectos na formação do estudante, como metodologias hoje aplicadas nas escolas e tratadas pela sociedade, são também debatidos pela educadora. Tolentino é conhecida pela autoria do livro “Outra Educação é Possível – Feminismo, Antirracismo e Inclusão em Sala de Aula”. O seu trabalho na área também lhe rendeu a Medalha da Inconfidência, em 2016.

O programa ainda traz o depoimento da indiana Nikita Nanda, que gravou um vídeo para o programa direto da Alemanha, onde vive, relatando os processos educacionais em diferentes países. No quadro Pesquisas, dicas de projetos que fazem um recorte sobre trabalhos que tratam da questão da mulher no magistério e sua posição na educação popular. A MC Negah Thé também marca presença, cantando um hit que compôs especialmente para a série.

Sobre a série “Mulhere-se”

Conduzido por Sara Silva Ribeiro, “Mulhere-se” se destacou por dar voz à parcela da sociedade feminina e foi ganhador do prêmio internacional no Festival Iberoamericano da Cultura Viva, em 2017, e o prêmio Mineiro de Direitos Humanos, no mesmo ano.

5ª Temporada Ciclos

Exibidas todas as quintas, às 20h45

2º episódio: Educação – quinta-feira, 14 de março, às 20h45

LEIA MAIS

Comentários