O Bloco Carnavalesco Madalena Não Gosta de Poema ganha as ruas no próximo domingo

Há quatro anos abrindo o carnaval de Itabira, o bloco carnavalesco “Madalena não Gosta de Poema” já se transformou numa tradição aguardada pelos foliões itabiranos. “As expectativas, esse ano, são as melhores possíveis quando a gente percebe que um pequeno embrião se transformou num grande bloco e que a cidade abraçou esse projeto de resgate aos carnavais antigos. A gente sente que a população quer participar com a gente”, comemora Hebert Rosa, um dos idealizadores do bloco.

Criado por um grupo de amigos, o Madalena logo cativou o público, ganhou a simpatia de muita gente e inspirou a criação de outros blocos carnavalesco. “A gente queria revitalizar nosso carnaval que estava apagado. Precisava desse pontapé inicial. Hoje, vendo novos blocos aparecer, sabemos a importância de plantar essa semente nas pessoas. É um orgulho para gente ser os percursores disso”, reforça Hebert.

Agora, o Madalena se prepara, novamente, para ganhar as ruas da cidade. No próximo domingo, 17, a partir das 9h, na Praça do Centenário, ao lado da Catedral, os foliões começarão a se reunir na concentração do bloco. Lá, poderão ver de perto a boneca gigante Madalena (feita em Olinda), símbolo do bloco, e conhecer Dona Naná Jabour, homenageada desse ano. Dona Naná já faz parte da história do bloco desde o seu primeiro ano. “Ela sempre curtiu a folia à frente do bloco, comandando a festa. Em 2017, ela apareceu toda linda e elegante, de roxo e amarelo, e foi ditando o ritmo do Madalena. A gente tinha a necessidade de homenagear uma figura feminina e ela uma unanimidade, principalmente por ser uma mulher ativa, irreverente e que faz o carnaval valer à pena”, comemora Hebert.

48917615_1875826205880387_2865153544787329024_n

Por volta das 12h, o bloco iniciará o cortejo que tem como percurso as principais ruas do Centro e do Bairro Pará com destinho ao centro histórico de Itabira. “Esse ano partimos para o Centro. Então é um percurso novo e de muito importância para a história do bloco. Vai ser fantástico levar um carnaval tão original e tradicional como a gente faz questão de salientar pelas ruas históricas da cidade”, explica Hebert Rosa.

O cortejo seguirá ao som da Orquestra Mistura e Manda comandada por Nonoca e Marquinhos Maestro. Hebert destaca que a banda é formada por “músicos fantásticos de Itabira e de Dom Silvério, organizada pelo produtor Samuel Alves, e é de uma energia incrível. É um time maravilhoso”. A promessa é de uma trilha sonora carregada de marchinhas e frevos para não deixar ninguém parado. “A energia e a vibe que o bloco tem carrega uma mistura nordestina com Minas que deu super certo. Vamos tomar o centro com muita felicidade: conviver com o patrimônio histórico e brincando a folia da Madalena”, frisa Hebert.

34502195_1589972361132441_1721902013018537984_n

Cortejo do bloco carnavalesco Madalena não Gosta de Poema
Data e horário: domingo, 17 de fevereiro, às 9h
Local: Concentração na praça do Centenário, Centro, Itabira, Minas Gerais
Ingressos: Gratuito

51753191_1937037899759217_533318866672025600_o

LEIA MAIS

Comentários