Valério perde mais uma e vê chances de classificação ficar cada vez mais distante

Depois de uma primeira fase consistente, o Valério ainda não conseguiu emplacar uma boa sequência de jogos no Hexagonal Final da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro e amarga a lanterna da competição. No domingo, 23 de outubro, jogando em seus domínios, o Estádio Israel Pinheiro, o Dragão foi derrotado por 2 a 1 pelo Tupynambás e viu as chances de classificação para o Módulo II ficar ainda mais distante.

A partida aconteceu depois de uma semana conturbada para o time itabirano. Na quarta-feira, 19 de outubro, o treinador Luis Henrique Arantes foi demitido e na quinta-feira, 20 de outubro, o laudo de prevenção e combate de incêndio e pânico do Estádio Israel Pinheiro venceu e a diretoria do Dragão não conseguiu regularizar o documento a tempo – impedindo, assim, que a torcida acompanhasse a partida do final de semana.

O confronto diante do Tupynambás marcou a estreia de Gustavo Rodrigues no comando técnico do Valério e uma tentativa de reverter a fraca campanha do time no Hexagonal Final. Porém, em campo as coisas não saíram como esperado: Washington, ainda no primeiro tempo, marcou para o time de Juiz de Fora e Felipe Linhares, no início da etapa complementar, empatou para a equipe itabirana. Mas o castigo veio no final do jogo, quando o goleiro Wesley, após confusão na área, fez gol contra e selou a vitória do Tupynambás.

Com o resultado, o Valério permanece na lanterna do Hexagonal Final com apenas três pontos somados em cinco jogos – foram quatro derrotas e apenas uma vitória. Por outro lado, o time de Juiz de Fora, com a vitória, chegou aos 13 pontos e se isolou na liderança da competição com um excelente retrospecto até o momento, pois conta com quatro vitórias e um empate. É a única equipe invicta na fase final da Segundona.

Apesar do retrospecto ruim, o Dragão ainda possui chances remotas de classificação. Para isso é necessário fazer uma campanha irretocável nos últimos cinco jogos e torcer pela derrota dos líderes da competição para alcançar uma das vagas do Módulo II do Mineiro. Caso o líder Tupynambás, Betinense, que tem dez pontos, e Coimbra, com nove pontos, alcancem os 18 pontos acabam com as chances do time itabirano de alcançar o acesso. Jacutinga e Patrocinense, que possuem somente quatro pontos, também vivem situação complicada na competição.

Assista aos gols do jogo Valério x Tupynambás

Confira a classificação completa do Hexagonal Final da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro

02

LEIA MAIS

Comentários