Valério fica só no empate contra o Formiga e técnico Wantuil Rodrigues é demitido

O Valério ainda não sabe o que é vencer no hexagonal final da Terceira Divisão do Campeonato Mineiro. No domingo, 27 de setembro, o Dragão fez a primeira partida no Estádio Israel Pinheiro pela segunda fase da competição e ficou no empate sem gols com o Formiga. O resultado deixou o time itabirano em último na tabela de classificação e ainda custou o cargo do técnico Wantuil Rodrigues.

Agora, já são três partidas sem vitória na Terceirona – derrotas para Ponte Nova, na fase de grupos, e Figueirense, na estreia do hexagonal, e o empate no último final de semana. Com a série negativa, o Dragão conseguiu apenas um ponto na fase final e ocupa a parte de baixo da tabela. Já o Formiga ocupa a segunda colocação com quatro pontos. A mesma pontuação do líder Uberaba.

Além do mau momento vivido dentro de campo, o Valério ainda terá que superar a demissão do técnico Wantuil Rodrigues. O comandante foi um dos responsáveis por fazer o time itabirano alcançar uma das melhores campanhas na fase de classificação. Mas esse retrospecto não foi suficiente para segurar Wantuil no cargo. A diretoria do Dragão busca agora um substituto para dar sequência aos trabalhos na Terceirona.

A partida
O Valério entrou em campo com uma formação ofensiva, com três homens jogando mais adiantados. A equipe buscava o ataque e logo aos 8 minutos, após cruzamento de Danilo, Faísca subiu para cabecear, mas a bola foi interceptada pelo zagueiro adversário. Aos 10 minutos Danilo arriscou um chute da entrada da área, mas a bola foi desviada e passou levando perigo à meta do Formiga.

O Dragão seguiu pressionando e aos 16 minutos a bola sobrou para Marcelinho que encontrou Carlos Júnior dentro da área adversária, que chutou para a defesa do goleiro Cristiano. Aos 19, Marcelinho voltou a criar boa chance de gol. Após tabela com Júnior Lemos, passou para Faísca que bateu prensado.

O time de Itabira manteve o ritmo até a parada técnica, aos 25 minutos. Mas, ao retornar para o jogo, já não tinha o mesmo ímpeto ofensivo. O Formiga também não ameaçava e a partida começou a ficar mas fraca tecnicamente, com muitos erros de passes dos dois lados. Somente aos 33 minutos os visitantes assustaram: após cobrança de falta o zagueiro Breno cabeceou com perigo.

No lance, o jogador do Formiga se chocou com o goleiro Jordan e precisou de atendimento médico. Ele acabou sendo substituído pelo meia Michel. A partir daí, o primeiro tempo seguiu morno e sem mais nenhum lance de destaque.

Etapa complementar
Diferente do primeiro tempo, o Formiga voltou a campo mais ofensivo e com maior domínio no meio campo. Já no primeiro minuto de partida, Diego, livre na área, finalizou para grande defesa do goleiro Jordan. O Valério só respondeu aos 14 minutos, com Danilo arriscando um chute de fora da área.

Para tentar recuperar o controle da partida, o Valério fez duas substituições aos 16 minutos: Júlio Oliveira entrou no lugar de Bruno Henrique e Hyago substituiu Júnior Lemos. Porém, pouco depois Diego, em joga individual, tirou dos marcadores e bateu colocado para o gol – o arqueiro do Valério, Jordan, viu a bola passar perto do ângulo.

Aos 19, o Formiga teve chance clara de abrir o marcador. Michel escapou da marcação, saiu na cara de Jordan e tentou finalizar com categoria. O goleiro do Dragão se esticou todo e com o pé conseguiu evitar o gol. Mais uma grande defesa na partida. O susto levou Wantuil Rodrigues a fazer mais uma substituição e tirou o atacante Danilo para a entrada do zagueiro Murilo. Com a alteração, Ulisses passou a atuar como volante e preencheu mais o meio de campo.

O Valério só voltou a assustar o seu adversário aos 31 minutos. Depois de uma cobrança de falta, Felipe Gregory tentou o desvio, mas o goleiro Cristiano ficou com a bola. Porém, o bandeirinha já havia marcado o impedimento. Aos 36, o Dragão teve excelente oportunidade de fazer o seu gol. Leandro avançou pela esquerda e cruzou para Faísca livre na área finalizar mal e isolar a bola.

No final da partida, o Dragão voltou a pressionar o Formiga. Principalmente pelo lado direito com Marcelinho. Até o goleiro Jordan tentou ajudar o ataque – em uma cobrança de escanteio foi para a área, mas não conseguiu o cabeceio. Aos 48, o último lance de perigo: Faísca lançou Júlio Oliveira na área, mas Cristiano saiu bem do gol e ficou com a bola.

Complemento
No sábado, 26 de setembro, o Uberaba recebeu o Figueirense no Estádio Municipal Engenheiro João Guido, o “Uberabão”, e conseguiu excelente vitória: 3 a 0. Com esse resultado a equipe do triângulo mineiro chegou aos quatro pontos e assumiu a liderança do hexagonal final.

O Novo Esporte recebeu no domingo o Nacional de Uberaba no Estádio Municipal João Lamego Neto “Ipatingão” e ficou no 1 a 1. Agora, o time de Ipatinga aparece na penúltima colocação com um ponto enquanto o Nacional ficou em quarto na tabela com dois pontos conquistados.

Ficha técnica
Valério x Formiga

Valério
Jordan; Marcelinho, Ulisses, Felipe Gregory e Leandro; João Vitor, Marquinhos e Júnior Lemos (Hyago); Danilo (Murilo), Bruno Henrique (Júlio Oliveira) e Faísca
Técnico: Wantuil Rodrigues

Formiga
Cristiano; Gleissinho, Breno (Michel), Thales e Iago; Luiz Gustavo, Fabrício, Lucas Hulk e Diego; Flávio (Wanderson) e Hugo Sanches
Técnico: Gerson Evaristo

Cartões amarelos: Júlio Oliveira (Valério); Iago e Gleissinho (Formiga)

Cartão vermelho: Não teve

Público pagante: 760 torcedores

Renda: R$ 11.200,00

Comentários