Secretaria de Estado de Esportes passa a contar com Coordenadoria de Paradesporto

Foi publicado na quarta-feira, 18 de janeiro, no Diário Oficial do Estado, o decreto nº. 47.128 que trata da nova organização do organograma da Secretaria de Estado de Esportes (Seesp). Com as mudanças, servidores que já integram o quadro da secretaria serão realocados para a nova área.

“Nosso objetivo principal, ao propor essas mudanças, é dinamizar os processos que envolvem as políticas públicas de esporte do estado, oferecendo aos servidores a chance de estarem em áreas mais específicas, onde podem focar o seu trabalho e conhecimento em assuntos cuja sua expertise seja maior”, comenta o secretário de Estado de Esportes em exercício, Ricardo Sapi.

Foco no paradesporto

A novidade mais aguardada na reestruturação organizacional da Seesp era a volta de um setor específico para o esporte paralímpico. Em 2013 a diretoria que tratava da temática foi excluída do organograma da secretaria.

“Minas Gerais teve uma grande representatividade nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, temos atletas extremamente bem sucedidos no esporte para deficientes, entidades que trabalham tão bem nesta área, profissionais capacitados. Precisávamos ter um espaço para tratar exclusivamente do paradesporto com a atenção que ele merece”, afirma Sapi.

A Coordenação do Paradesporto, criada com o objetivo de identificar oportunidades, propor estratégias de ação, buscar parcerias e fomentar o desenvolvimento do esporte adaptado no estado, faz parte da Superintendência de Programas Esportivos, que conta ainda com a Diretoria de Eventos Esportivos e de Incentivo ao Desporto Educacional, com a Diretoria de Incentivo ao Esporte de Formação e de Rendimento, e a Diretoria de Incentivo ao Esporte de Participação – essa também criada a partir do decreto.

Outras mudanças

Duas superintendências que compõem a Seesp tiveram alterações – apenas a Superintendência de Gestão de Estruturas Esportivas permanece com sua composição anterior.

A Superintendência de Planejamento, Gestão e Finanças, órgão comum a todas as secretarias do Governo estadual, antes dividida em três diretorias, agora conta com uma quarta: a Diretoria de Logística e Aquisições.

Já a Superintendência de Fomento e Incentivo ao Esporte teve mantidas suas duas diretorias. A Diretoria de Gestão de Lei de Incentivo ao Esporte, no entanto, passa a contar com dois núcleos, com o objetivo de otimizar o trabalho de análise de projetos inscritos nos editais do Minas Esportiva Incentivo ao Esporte: o  Núcleo de Análise de Projetos Esportivos e o Núcleo de Monitoramento e Controle.

Além disso, foi criada a Unidade Setorial de Controle Interno, subordinada tecnicamente à Controladoria-Geral do Estado (CGE), que tem como competência promover, no âmbito da Seesp, as atividades de auditoria, correição administrativa, transparência, prevenção e combate à corrupção.

Foram criados também a Unidade Setorial de Parcerias Público-Privadas, responsável pelas atividades de gerenciamento de Parcerias Público-Privadas (PPP), e o Núcleo de Acompanhamento e Análise Técnica, cujo objetivo será acompanhar e potencializar políticas públicas esportivas, por meio do monitoramento e da avaliação das iniciativas apoiadas pela Seesp, com vistas a garantir a qualidade da gestão do esporte.

*Com informações da Agência Minas.

LEIA MAIS

Comentários