Empate com Novo Esporte mantém Valério na liderança da Terceirona

Valério e Novo Esporte entraram em campo no último domingo, 16 de agosto, de olho na liderança isolada do Grupo A da Terceira Divisão do Campeonato Mineiro. O confronto colocou frente a frente às duas melhores equipes da chave, que defendiam não só a invencibilidade, mas também o aproveitamento de 100% – os times haviam vencido os três últimos jogos.

O equilíbrio da tabela de classificação se refletiu em campo: Valério e Novo Esporte empataram em 1×1 e chegaram aos 10 pontos na competição. Os gols foram marcados por Geovane, para o Dragão, e Douglas Skilo, pela equipe de Ipatinga. Apesar da igualdade nos números, o Valério terminou o primeiro turno da Terceirona na liderança da sua chave.

Isso por que a equipe itabirana tem melhor saldo de gols. Até o momento foram nove tentos a favor e apenas dois contra – o que resulta em um saldo positivo de sete gols. O Novo Esporte, porém, tem um gol a menos de saldo: foram sete a favor e somente um contra, ou seja, seis tentos favoráveis.

O confronto
Em campo o melhor ataque da competição, pertencente ao Valério, contra o Novo Esporte, que ainda não sabia o que era ter a sua defesa vazada. O clima de decisão da partida era sentido nas arquibancadas. O torcedor itabirano compareceu mais uma vez em bom número ao Estádio Israel Pinheiro para embalar o time. Afinal, o jogo valia a liderança isolada do Grupo A.

Assim como tem acontecido ao longo da competição, o jogo foi bastante disputado entre as equipes. Mas foi o Dragão quem conseguiu criar mais chances e se mostrou mais perigosos durante toda a partida. Logo no primeiro minuto o Valério reclamou de um pênalti – não marcado pelo árbitro da partida.

Aos 18 minutos, Faísca cobrou escanteio pela direita e encontrou Bruno Henrique sozinho na área, que cabeceou pra fora. O Novo Esporte respondeu aos 20 minutos, depois de uma indecisão entre o goleiro Jordan e o zagueiro Felipe Gregory, mas o atacante do time de Ipatinga mandou pra fora.

O Valério voltou a usar a bola parada para levar perigo ao gol adversário. Faísca, aos 36 minutos, cobrou falta na cabeça de Felipe Gregory, que mandou a bola pra fora. Depois do lance os defensores e atacantes do Dragão iniciaram um bate boca. Mas a discussão não abalou o time itabirano, que chegou ao seu gol aos 40 minutos.

Geovane recebeu a bola no meio campo e tabelou com Jouberth e Bruno Henrique. O volante, de dentro da área, bateu rasteiro no canto direito para balançar a rede. Esse foi o primeiro gol sofrido pelo Novo Esporte na competição. Porém, o torcedor itabirano teve pouco tempo para comemorar.

Cinco minutos depois a equipe de Ipatinga mostrou que irá disputar com o Valério até o fim as primeiras posições da chave. Em jogada pela meia-direita, a bola sobrou para Douglas Skilo, que finalizou na saída do goleiro Jordan e deixou novamente o placar empatado. No final da etapa inicial, aos 46 minutos, o zagueira Higo, do Novo Esporte, recebeu cartão amarelo. O jogador reclamou muito, mas o árbitro não o expulsou de campo. O lance gerou indignação nas arquibancadas.

O Valério poderia ter ido para o intervalo com a vantagem no placar. Aos 47 minutos, Marquinhos chegou pela direita e finalizou no canto do goleiro. A bola caprichosamente bateu na trave e atravessou toda a pequena área sem que ninguém aparecesse para concluir a gol. A pelota saiu pela linha de fundo e o árbitro encerrou o primeiro tempo.

Empate persiste até o fim
Assim como na etapa inicial, o jogou seguiu bastante disputado no segundo tempo. Mauricinho, como uma lesão no tornozelo, foi substituído pelo volante Lucas Tadeu. Assim, Ulisses foi deslocado para a lateral direita, enquanto Lucas foi para a zaga.

A primeira chance só apareceu aos 8 minutos. Após cobrança de escanteio, Ulisses cabeceou rente a trave direita. Aos 16 minutos o atacante Júlio entrou no lugar do volante Marquinhos. Momentos depois, aos 22 minutos, o goleiro Thierry, depois de uma cobrança de escanteio, saiu mal do gol, mas a zaga do Novo Esporte consertou a lambança.

O time de Ipatinga só voltou a ameaçar aos 36 minutos: contra-ataque pela esquerda e a bola é lançada para o atacante adversário, mas João Vitor conseguiu interceptar o passe. Se o volante do Dragão não tivesse aparecido era grande a chance de gol do Novo Esporte.

Três minutos depois o Valério respondeu. Ulisses cruzou a bola na área para o atacante Bruno Henrique desviar para o gol. A pelota passou rente a trave direita. As jogadas áreas, principalmente em escanteios e faltas, era a principal arma do Valério. Mesmo tendo uma sequência boa de lances parecidos no final do jogo, o Dragão não conseguiu ampliar o placar.

Na próxima rodada, o Valério enfrenta o União Luziense em Sete Lagoas. O jogo será na quarta-feira, 19 de agosto, às 10h no Estádio Joaquim Henrique Nogueira, a “Arena do Jacaré”.

Complemento
Jogando no Estádio Municipal Caetano Cenachi Neto, em Rio Doce, o Ponte Nova goleou o lanterna Siderúrgica por 7×0. Com o resultado, o time pontenovense se firma na terceira colocação do Grupo A com 6 pontos. O Siderúrgica, que ainda não pontuou, vê a sua situação se complicar bastante. O União Luziense não entrou em campo nessa rodada.

Ficha Técnica:
Valério
Jordan; Mauricinho (Lucas Tadeu), Ulisses, Felipe Gregory, Thiago Balaio (Pedro Maia); João Victor, Geovane , Marquinhos (Júlio), Jouberth; Carlos Júnior “Faísca” e Bruno Henrique
Técnico: Wantuil Rodrigues

Novo Esporte
Thierry; Higo, Herick, Diego Paulista, Jeferson; Jonathan, Pedro (Gabriel), Douglas Skilo, Uander; Kaká (Matheus), Michel (Gustavo Oliveira)
Técnico: Pretinho da Mata

Gols
Valério
Primeiro tempo: Geovane, aos 40 minutos.

Novo Esporte
Primeiro tempo: Douglas Skilo, aos 45 minutos.

Cartões amarelo
Novo Esporte
Higo.

Público pagante: 1356
Renda: R$ 16.590,00

Comentários