Em Ipatinga, Valério conquista a sua primeira vitória no Hexagonal Final da Terceirona

Depois de uma sequência de três jogos sem vitória, o Valério voltou a vencer na Terceira Divisão do Campeonato Mineiro. No último domingo, 4 de outubro, o Dragão, jogando em Ipatinga, conseguiu superar o Novo Esporte por 3 a 1. Com esse resultado o time itabirano chega aos quatro pontos e sobe para a quarta colocação.

Essa foi a primeira vitória do Valério na fase final da competição. O resultado positivo vem num momento em que a equipe assimila a mudança no seu comando técnico. No dia 27 de setembro, o Dragão, jogando no Estádio Israel Pinheiro, ficou apenas no empate com o Formiga. O resultado custou o cargo de Wantuil Rodrigues. Dois dias depois, Eder Bastos assumiu como novo treinador do time.

A partida ainda contou com o atacante Bruno Henrique em tarde bastante inspirada. O artilheiro do Dragão na competição deixou o banco de reservas para balançar as redes em duas oportunidades. Faísca completou o marcador para o time itabirano enquanto Uander descontou para o Novo Esporte.

Com a vitória, o Valério deixa a lanterna do Hexagonal Final da Terceirona e sobe duas posições. Ao final da terceira rodada dessa fase do campeonato, o time ocupa a quarta colocação: quatro pontos em três partidas. O Novo Esporte, com apenas um ponto somado, é o novo lanterna da competição.

A partida
O Valério entrou em campo mostrando que iria buscar a vitória a qualquer custo. Logo aos 3 minutos, em jogada ensaiada de falta, Marquinhos tocou para Danilo que, livre de marcação, chutou para longe do gol. Momentos depois, aos 6 minutos, Felipe Gregory cabeceou a bola nas mãos do goleiro Thierry.

O jogo começou bastante movimentado e aos 16 minutos Júnior Lemos iniciou a jogada de ataque, tocando para Thiago Balaio na esquerda. Ele mandou para Faísca finalizar, mas a zaga do Novo Esporte conseguiu interceptar o lance. A primeira chance clara de gol veio aos 20 minutos, quando Júnior Lemos tabelou com Danilo e saiu na cara do gol. O meia finalizou com categoria, mas a bola saiu rente à trave esquerda.

Aos 30 minutos, após cobrança de escanteio pela direita, Felipe Gregory evitou que a bola saísse e conseguiu tocar para João Vitor. O volante achou Danilo, que girou e conseguiu finalizar. A bola passou por cima do gol. O Novo Esporte só conseguiu chegar ao gol do Valério aos 40 minutos – e logo na primeira oportunidade conseguiu balançar as redes com o atacante Kaká, mas o juiz anulou o lance.

Seis minutos depois o Dragão perdeu a sua chance mais clara de gol. Faísca, em ótima arrancada, cruzou para a área e a bola passou pela zaga e pelo goleiro do Novo Esporte e sobrou praticamente em cima da linha. O atacante Danilo chegou finalizando, mas mandou a bola por cima do gol. O primeiro tempo acabou com o 0 a 0 no placar.

Segundo tempo
Eder Bastos resolveu mudar a equipe no intervalo: Danilo deu lugar para Bruno Henrique, o artilheiro do Valério na Terceirona. A decisão rapidamente se mostrou acertada e, logo aos 2 minutos, a estrela do atacante brilhou. Depois de um cruzamento de Júnior Lemos, Bruno Henrique cabeceou para o fundo das redes do goleiro Thierry. Placar inaugurado para o Dragão: 1 a 0.

Bruno Henrique mostrava que estava em um dia inspirado. Aos 9 minutos finalizou na trave e por pouco não ampliou o marcador. Aos 22 minutos, Faísca recebeu a bola, passou pelo seu marcador e soltou a bomba. A bola morreu dentro do gol: 2 a 0 para o Valério.

Apesar da vantagem, o Dragão seguia dominando o jogo. Em contra-ataque, aos 34 minutos Júlio Oliveira cruzou para Bruno Henrique. O atacante cabeceou para grande defesa do goleiro Thierry. Aos 39 minutos, Uander cobrou falta com perfeição no ângulo esquerdo. Sem chances para o goleiro Jordan enquanto o placar mudava para 2 a 1.

O gol animou os donos da casa que passaram a sair mais para o jogo. Porém, a pressão nos minutos finais não surtiu efeito. Foi o Valério quem conseguiu balançar as redes novamente. Aos 46 minutos o meia Jouberth arrancou, escapou da marcação e foi derrubado dentro da área. O juiz assinalou o pênalti e ainda expulsou o volante Léo Amorim, do Novo Esporte. Bruno Henrique se encarregou da cobrança e deu números finais à partida: 3 a 1 para o time itabirano.

Complemento
No sábado, 3 de outubro, o Nacional de Uberaba venceu o Figueirense por 2 a 0 no Estádio Municipal Engenheiro João Guido, o “Uberabão”. Com o resultado, o Uberaba foi a cinco pontos e ocupa a segunda colocação do Hexagonal Final. Já o Figueirense caiu para a quinta colocação com três pontos somados.

Formiga e Uberaba se enfrentaram também no domingo. A partida aconteceu no Estádio Juca Pedro e terminou com a vitória dos donos da casa por 2 a 0. A terceira rodada termina com o Formiga assumindo a liderança da competição com sete pontos enquanto o Uberaba fica na terceira posição com quatro pontos ganhos – e uma campanha idêntica à do Valério.

FICHA TÉCNICA
Novo Esporte
Thierry; Higo (Roberto), Diego Paulista, Matheus Alemão e Jefinho; Léo Amorim, Márcio Gabriel, Gabriel Louzada e Douglas Esquilo (Uander); Kaká e Cleuber Juninho
Técnico: Pretinho da Matta

Valério
Jordan; Marcelinho, Ulisses, Felipe Gregory e Tiago Balaio; João Vitor, Marquinhos, Júnior Lemos (Júlio Oliveira) e Jouberth; Danilo (Bruno Henrique) e Faísca (Geovane)
Técnico: Eder Bastos

Gols: Uander (Novo Esporte); Bruno Henrique (2) e Faísca (Valério)
Cartões amarelos: Roberto, Diego Paulista, Léo Amorim, Kaká e Cleuber Juninho (Novo Esporte); Tiago Balaio e Júnior Lemos (Valério)
Cartão vermelho: Léo Amorim (Novo Esporte)

VEJA OS GOLS DA PARTIDA

Comentários