Divulgada lista de selecionados para os programas Bolsa Atleta e Bolsa Técnico

A Secretaria de Estado de Esportes (Seesp) divulgou, no Diário Oficial de Minas Gerais de quarta-feira, 13 de setembro, a lista dos selecionados para o Bolsa Atleta e Bolsa Técnico. A classificação foi feita com base nos critérios estabelecidos pelo edital 01/2017 do programa.

Ao todo, 534 pessoas pleitearam o benefício neste ano, das quais 152 atletas e 30 técnicos integram a relação divulgada. A próxima etapa da seleção consiste na análise documental e confirmação das informações inseridas no sistema no ato da inscrição.

Pela primeira vez, desde a implantação do benefício, o número de bolsas foi ampliado e há a divisão entre contemplados das modalidades olímpicas e paralímpicas para que mais esportistas mineiros possam ser atendidos.

A especificação da bolsa para os paratletas e seus técnicos faz parte da política de valorização do esporte para deficientes adotada pela Seesp, que já conta com a Coordenação do Paradesporto, inserida na estrutura da pasta em janeiro deste ano.

Detentora de seis medalhas dos Jogos Parapan-Americanos de Jovens, disputados em março deste ano, a nadadora Emyly Santos Silva, de Uberlândia, comemora a presença na primeira lista de bolsistas e se prepara para encaminhar à Seesp a documentação necessária para o andamento do pleito.

“O Bolsa Atleta é um programa muito importante para todos os atletas, para que tenhamos condições de mantermos nossa dedicação ao esporte, investirmos em nossos treinamentos e participação em competições. Em um país onde a cultura do patrocínio esportivo ainda não é tão desenvolvida, benefícios como esse são fundamentais”, destacou.

O edital 2017 da ação prevê a concessão de 185 bolsas – 76 a mais que as oferecidas em editais anteriores – e os valores vão de R$ 750 a R$ 5.000, que serão repassados bimensalmente aos atletas e técnicos selecionados.

Ao todo, serão destinados aos beneficiários R$ 2,106 milhões – R$ 976 mil a mais que o edital anterior, cujo repasse foi de R$ 1,13 milhão.

Segundo o secretário de Estado de Esportes, Arnaldo Gontijo, o aumento no número de benefícios disponíveis foi fruto de muito esforço, diante de um cenário de crise financeira no país.

“Nosso trabalho tem por diretriz apoiar nossos atletas e paratletas, além dos profissionais que trabalham tanto para tornar o nome de Minas Gerais mais forte no cenário esportivo, e temos no Bolsa uma ferramenta para isso. É motivo de orgulho ter ampliado o atendimento e esperamos que esse esforço seja revertido em ótimos resultados dos contemplados”, afirma Gontijo.

Já beneficiada em editais anteriores, a atleta Eduarda Braga de Carvalho, campeã brasileira e sul-americana de ginástica rítmica, comemora o fato de estar novamente entre os selecionados e ressalta a importância do Bolsa Atleta para seu desenvolvimento esportivo.

“Invisto o recurso recebido na compra do material, no tratamento médico em caso de lesão e até mesmo na mensalidade dos treinamentos no clube. Com o benefício, consigo me planejar e ter segurança para me manter como atleta, além de ser uma motivação para buscar sempre os melhores resultados”, afirma a esportista.

Próxima etapa

Os atletas e técnicos cujos nomes constam na lista divulgada nesta quarta-feira deverão encaminhar à Seesp a documentação descrita no edital para análise por parte da Comissão Técnica de Avaliação do Bolsa Atleta e da Bolsa Técnico.

Havendo a regularidade na análise documental, será definida a classificação final e os nomes dos beneficiários deverão ser divulgados até 31 de outubro. Os contemplados firmarão termo de compromisso com a Seesp.

Mais informações e esclarecimentos podem ser obtidos com a Diretoria de Incentivo ao Esporte de Formação e Rendimento da Seesp pelo e-mail: bolsa.atleta@esportes.mg.gov.br.

Modalidades com mais candidatos

Dos 384 atletas que se candidataram à bolsa convencional, 99 são da natação, 59 do atletismo, 54 da ginástica – artística, rítmica, de trampolim –, 51 do judô, 38 do karatê, 28 do handebol, 15 do ciclismo, 12 do taekwondo, oito do levantamento de peso, quatro da esgrima, quatro do tiro com arco, três do tênis de mesa e dois do tênis de campo.

Basquete, fisiculturismo, futsal, hóquei sobre patins in line, jiu-jitsu, triathlon e voleibol eram as modalidades de um candidato, cada, totalizando 20 modalidades.

Entre os paralímpicos, 92 pessoas se inscreveram no edital 01/2017 da Bolsa Atleta, sendo 42 do atletismo, 12 do rúgbi em cadeira de rodas, 11 do halterofilismo, 8 da natação, 5 da bocha, 3 da esgrima em cadeira de rodas, 3 do tênis em cadeira de rodas, 2 do paraciclismo, 2 da vela adaptada.

Hipismo, judô, tiro com arco e vôlei sentado são modalidades que tiveram um paratleta candidato ao benefício da Seesp cada.

Entre as modalidades convencionais, 43 técnicos pleitearam a bolsa e o esporte com maior número foi a natação, com 10. Já entre os treinadores paralímpicos, foram 15 candidatos e o atletismo teve o maior número de profissionais pleiteando o benefício: quatro.

Benefício

O Minas Esportiva Bolsa Atleta e Bolsa Técnico destina-se a apoiar financeiramente atletas e técnicos desportivos que pleiteiem o benefício e que tenham alcançado, no ano anterior ao pleito, uma das três primeiras colocações nas competições esportivas de referência ou no ranking estadual, nacional e internacional da modalidade, quando houver.

No que se refere aos Jogos Olímpicos e às Paralímpicos, serão considerados os resultados e participações alcançados na edição mais recente dos eventos.

O objetivo da ação é contribuir para a manutenção da carreira dos atletas e técnicos de alto rendimento, buscando proporcionar condições para que se dediquem ao treinamento esportivo e participem de competições.

O programa visa o desenvolvimento pleno deacarreira esportiva, de forma a manter e renovar periodicamente gerações de atletas e técnicos com potencial para representar o estado e o país nas principais competições nacionais e internacionais.

*Com informações da Agência Minas.

LEIA MAIS

Comentários