Você lembra dos filmes que projetaram 2019 como um futuro distante?

Você pode não acreditar, mas muitos filmes de ficção científica imaginavam que o ano de 2019 seria uma época repleta de tecnologias avançadas e de modernidades econômicas e sociais. Mas, conforme uma lista feita pela Revista Galileu, a vida imaginada por diretores e roteiristas é um pouquinho diferente do que vivemos hoje em dia.

Blade Runner
Sucesso da década de 80, lançado em 1982, o longa de Ridley Scott é baseado em um romance de Philip K. Dick. Na história, um ex-policial de Los Angeles precisa caçar um grupo fugitivo de androides criados para serem escravos. A forma como eles imaginaram a cidade e a situação do mundo, no filme, estão bem longe de parecer com a atual. Para eles, 2019 seria um ano decadente e Los Angeles teria sucumbido à poluição. Mas no que diz respeito à evolução da robótica, talvez eles tenham passado perto. Há estimativas de que um terço da força de trabalho nos EUA será substituída por inteligência artificial até 2030. Em 2017, o filme ganhou uma versão dirigida por Denis Villeneuve e avançou 30 anos no tempo, agora no ano de 2049.

A Ilha
Neste filme de 2005, dirigido por Michael Bay, 2019 seria o ano dos clones. No enredo, dois clones fogem de um complexo ao descobrirem que são, na verdade, “corpos reservas” de pessoas que pagam para usar alguma parte de seus organismos, caso precisem. Apesar do visual futurista do filme não ter se concretizado, sabem que as evoluções científicas no campo da clonagem de animais avançaram consideravelmente, o que leva muita gente a acreditar que não estamos longe de clonar humanos.

Akira
Também da década de 80, essa animação japonesa, baseada no mangá homônimo de Otomo, imaginou Tóquio destruída por uma bomba atômica na Terceira Guerra Mundial e substituída pela Neo Tóquio. No filme, o líder de uma gangue de motoqueiros, Kaneda, tenta salvar outro membro da gangue, Tetsuo, das forças do governo que o submetem a experimentos. Ele acaba desenvolvendo super poderes e comparado ao lendário Akira, que supostamente teria causado a guerra pelo crescimento incontrolável de seus poderes. A batalha final ocorre na Olimpíada de Tóquio — coincidentemente, a cidade vai sediar a Olimpíada de 2020.

O Sobrevivente
No filme de 1987, baseado em um romance de Stephen King, (O Concorrente, que o autor escreveu sob o pseudônimo de Richard Bachman), entre 2017 e 2019 os Estados Unidos são um estado totalitário, onde a pobreza e a competição imperam. Para distrair o povo, o programa de TV “O Sobrevivente”, mistura esporte com execuções públicas, fazendo prisioneiros correrem para a liberdade enquanto tentam escapar de uma morte brutal. A única oportunidade de um preso se ver livre é participando do programa, mas o anfitrião não tem intenção de deixá-lo escapar.

A Estrada
A Terra em 2019 foi completamente devastada neste filme lançado há uma década, baseado no romance homônimo de Cormac McCarthy. No cenário pós-apocalíptico, um pai e seu filho lutam pela sobrevivência, buscando comida e um lugar mais quente para viver, enquanto enfrentam bandos de canibais que tentam caçá-los. Ainda que longe da realidade atual, o longa traz mensagens importantes sobre a importância da preservação do humanitarismo.

LEIA MAIS

Comentários