Titane e Túlio Mourão convidam Flávio Venturini, Aline Calixto, Pereira da Viola e Luiz Gabriel Lopes, dentre outros artistas, em show manifesto sobre impactos da mineração

A apresentação que acontece na quinta-feira, 21 de fevereiro, no Teatro Francisco Nunes, com entrada gratuita, reúne artistas de várias gerações com o objetivo de estimular discussões sobre as consequências da mineração predatória em Minas Gerais e provocar a sociedade civil para buscar soluções

Na quinta-feira21 de fevereiroTitane e Túlio Mourão se encontram com nomes da música mineira no show “Paixão e Fé – Manifesto”, que propõe um manifesto artístico sobre os impactos ambientais e humanos da mineração em Minas Gerais, incluindo o rompimento da barragem de Mariana e da recente tragédia de Brumadinho. A apresentação tem participação especial de Flávio Venturini, Aline Calixto, Pereira da Viola, Luiz Gabriel Lopes, Mariana Cavanellas, Emílio Dragão e Renato Saldanha. O show tem início às 20h e será no Teatro Francisco Nunes (Centro, Belo Horizonte – MG). A entrada é gratuita e a classificação livre.

Com 90 minutos de duração, o show reúne canções, poemas e depoimentos. Estão previstos dois momentos. No primeiro, será exposto, de forma sucinta e direta, o real cenário da mineração em Minas Gerais e como tem sido o enfrentamento da situação de risco permanente a que estão submetidas as comunidades. Para ilustrar esse panorama, moradores das próprias comunidades e representantes de movimentos ambientais (MAM, Aliança pela Serra de Pedra Branca, Comissão de Luta e Enfrentamento à Mineração na Serra do Brigadeiro, Pacto pelas Águas e Salve a Serra do Gandarela) sobem ao palco para tecerem pequenos e significativos depoimentos sobre o contexto dramático vivido por essas populações localizadas na rota do minério em Minas.

Num segundo momento, Titane e Túlio Mourão, ao lado dos artistas convidados, apresentam canções emblemáticas do cancioneiro brasileiro – e especialmente de Minas Gerais -, e poemas de Carlos Drummond de Andrade que tratam diretamente da mineração no Estado, ainda na década de 1940.

No repertório da noite, canções presentes no álbum “Paixão e Fé”, que foram reunidas pela visão humanista, pela crítica social e por seu inegável apelo poético. O público vai conferir “E Daí?” (Milton Nascimento e Ruy Guerra), “Ponta de Areia” e “Promessas do Sol” (Milton e Fernando Brant), “Chaga”, de Chico César, “Dão Duê”, (domínio público, do Vale do Jequitinhonha), “Tererê”, (Kanatyo Pataxó), “Anoitecer” (poema de Drummond musicado por Zé Miguel Wisnik), “Choro de Lama” (Priscilla Magela), “Quanto Vale”, (grupo Djambê) e poemas de Drummond, como “O Maior Trem do Mundo”.

Durante a apresentação serão exibidas ainda fotografias aéreas de Júlia Pontes, que registrou áreas de mineração com seu projeto “Ó Minas Gerais”.

F01

Ficha Técnica – Show “Paixão e Fé – Manifesto”

Voz: Titane
Piano: Túlio Mourão
Artistas convidados: Flávio Venturini, Aline Calixto, Pereira da Viola, Luiz Gabriel Lopes, Mariana Cavanellas, Priscila Glenda, Emílio Dragão, Renato Saldanha e a fotógrafa Júlia Pontes (fotografias aéreas)
Ativistas convidados: ativistas e integrantes de movimentos ambientais (MAM, Aliança pela Serra de Pedra Branca, Comissão de Luta e Enfrentamento à Mineração na Serra do Brigadeiro, Pacto pelas Águas e Salve a Serra do Gandarela)
Iluminação: Otávio Bretas
Técnico de som: André Tavares
Direção de Produção: Franciane Curi

SERVIÇO

Show “Paixão e Fé – Manifesto”
Data e horário: quinta-feira, 21 de fevereiro, às 20h
Local: Teatro Francisco Nunes (Av. Afonso Pena, s/nº, Centro, Belo Horizonte, Minas Gerais)
Ingressos: Gratuito
Classificação: livre
Duração: 90 min.

LEIA MAIS

Comentários