Sorrisos e surpresas: o Globo de Ouro abriu a temporada de premiações em grandes estilo

Quem vem nos acompanhando deve estar ligado na nossa expectativa quanto às premiações do mundo do cinema e da TV. E todo mundo já sabe que o Globo de Ouro 2019, que aconteceu neste domingo, 6, é que abre a temporada de premiações. Apresentado por Sandra Oh e Andy Samberg, a cerimônia foi no Hotel Beverly Hilton, em Los Angeles. Promovida pela Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, na sigla original), a cerimônia abriu a temporada de prêmios com glamour, surpresas e sorrisos.

É inegável que o equilíbrio na distribuição dos prêmios chamou muito a atenção. Tanto na TV quanto no cinema, nenhuma produção foi agraciada mais do que três vezes. Sinal de que esse ano a disputa foi dura! Destaque para uma das surpresas da noite: “Green Book: O guia”. O filme conta a história de um pianista de jazz negro fazendo turnê pelo Sul dos Estados Unidos, nos anos 1960, acompanhado de um guarda-costas branco. Claro que a temática merecia, e muito, conquistar os prêmios de melhor comédia ou musical, melhor roteiro e melhor ator coadjuvante para Mahershala Ali.

 green-book

Já nas categorias dramáticas não houve grandes surpresas. “Bohemian Rhapsody”, filme sobre Freddie Mercury e o Queen, rapou alguns prêmios já esperados como melhor filme dramático e melhor ator de drama para Rami Malek. O ator, aliás, foi uma das grandes atrações da festa: chegou acompanhado pelos integrantes originais restantes da banda inglesa, fez questão de cumprimentar Lady Gaga por sua estreia bem sucedida no cinema e dedicou o prêmio ao cantor que incorporou no filme.

rami

Outras figurinhas carimbadas garantiram troféus. O mexicano Alfonso Cuarón e seu “Roma” levaram a melhor como filme de língua estrangeira e diretor. Christian Bale foi o melhor ator em comédia ou musical por “Vice” e não perdeu a chance de, em seu discursos, agradecer ao Satanás por tê-lo inspirado na interpretação do antigo vice-presidente dos EUA Dick Cheney. A melhor atriz de comédia ou musical foi Olivia Colman, por “A favorita”.

alfonso

Apesar da torcida forte, Lady Gaga não ganhou como melhor atriz dramática. Está aqui outra surpresa da noite, já que a veterana Glenn Close levou a melhor com seu papel em “A esposa”. A atriz também se surpreendeu com sua escolha e fez um discurso emocionado.

glenn

Assim como Regina King vencedora da estatueta de atriz coadjuvante por “Se a rua Beale falasse”. Regina foi ovacionada ao prometer que daqui para frente, todas as equipes de suas produções terão 50% de mulheres trabalhando.

BEVERLY HILLS, CALIFORNIA - JANUARY 06: In this handout photo provided by NBCUniversal, Regina King from “If Beale Street Could Talk” accepts the Best Actress in a Supporting Role in any Motion Picture award onstage during the 76th Annual Golden Globe Awards at The Beverly Hilton Hotel on January 06, 2019 in Beverly Hills, California.  (Photo by Paul Drinkwater/NBCUniversal via Getty Images)

As surpresas não pararam por aí! Não foi só Lady Gaga que não levou nada por “Nasce uma estrela”. Das cinco indicações, o filme ganhou apenas como melhor canção original, com “Shallow”, interpretada por Lady Gaga e Bradley Cooper. Outra hegemonia que caiu por terra foi da Disney e da Pixar que viram a Sony vencer a categoria de melhor animação com “Homem-Aranha no Aranhaverso”.

Destaques da TV

Nas categorias voltadas para a televisão, as disputas foram acirradas. “O método Kominsky” e “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story” foram os mais premiados, com dois prêmios cada um. Para “Kominsky”: melhor série de comédia ou musical e melhor ator de comédia para Michael Douglas. “Versace” foi escolhida a melhor série limitada ou filme para a TV e melhor ator na mesma categoria para Darren Criss.

michael

Entre os dramas, não houve um favorito. A última temporada de “The Americans” foi a vencedora como série, Richard Madden (“The Bodyguard”) foi o melhor ator e Sandra Oh foi a melhor atriz. A TV também contou com uma grande novidade em 2019. A edição da premiação estreou o prêmio Carol Burnett de conjunto da carreira televisiva para a própria Burnett. A atriz de 85 anos já foi indicada a 18 Globos de Ouro, e levou cinco deles para casa.

Confira a lista completa de todos os vencedores do Globo de Ouro desse ano:

Melhor filme – Drama: “Bohemian Rhapsody”
Melhor atriz de filme – Drama: Glenn Close, “The Wife”
Melhor ator de filme – Drama: Rami Malek, “Bohemian Rhapsody”
Melhor Filme – Musical ou Comédia: “Green Book: O Guia”
Melhor atriz em filme – Musical ou Comédia: Olivia Colman, “A favorita”
Melhor ator em filme – Musical ou Comédia: Christian Bale, “Vice”
Melhor diretor de filmes: Alfonso Cuarón, “Roma”
Melhor roteiro para filme: Peter Farrelly, Nick Vallelonga, Brian Currie (“Green Book: O Guia”)
Melhor atriz coadjuvante em filmes: Regina King, “Se a Rua Beale Falasse”
Melhor ator coadjuvante em filmes: Mahershala Ali, “Green Book: O Guia”
Melhor música para filmes: “Shallow”, “Nasce uma estrela”
Melhor trilha original para filmes: Justin Hurwitz, “O primeiro homem”
Melhor animação: “Homem-Aranha no Aranhaverso”
Melhor filme em língua estrangeira: “Roma” (México)
Melhor série – Drama: “The Americans”
Melhor atriz em série – Drama: Sandra Oh, “Killing Eve”
Melhor ator em série – Drama: Richard Madden, “Bodyguard”
Melhor série – Musical ou Comédia: “O Método Kominsky”
Melhor atriz em série – Musical ou Comédia: Rachel Brosnahan, “The Marvelous Mrs. Maisel”
Melhor ator em série – Musical ou Comédia: Michael Douglas, “O Método Kominsky”
Melhor série limitada ou filme para TV: “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”
Melhor atriz em série limitada ou filme para TV: Patricia Arquette, “Escape at Dannemora”
Melhor ator em série limitada ou filme para TV: Darren Criss, “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”
Melhor atriz coadjuvante em série, série limitada ou filme para TV: Patricia Clarkson, “Sharp Objects”
Melhor ator coadjuvante em série, série limitada ou filme para TV: Ben Whishaw, “A Very English Scandal”

LEIA MAIS

Comentários

Tatiana Linhares. Muitas. Jornalista. Mineira. Tatuada. Outono e primavera. Pão de queijo. Livros. Música. Revistas. Cinema. Teatro. Futebol. Cruzeiro. Viagens de carro. Areia e mar. Esmalte colorido. Cerveja gelada. Família grande. Incontáveis amores. Paixonites agudas. Saudade. Simplicidade. Palavras