Série “Ideias”, do projeto #EMCASACOMSESC, trata de erradicação de trabalho infantil e racismo, do novo livro de Leonardo Padura, de inteligência artificial e internet das coisas, de saúde, sociedade e sustentabilidade e da trajetória artística do Ballet Stagium

Entre 27 e 31 de outubro, participam dos debates o diretor do Sesc São Paulo, Danilo Santos de Miranda, o escritor Leonardo Padura, o jornalista Juca Kfouri, o professor Marcelo Zuffo, a autora Elisiane Santos, o diretor-presidente da consultoria Ideia Sustentável, Ricardo Voltolini, e os fundadores do Ballet Stagium, Marika Gidali e Décio Otero. A série Ideias, transmitida ao vivo sempre às 16h pelo YouTube da instituição, convida pensadores e articuladores sociais de diversas áreas para a troca de experiências e reflexões sobre assuntos da atualidade

Com o objetivo de incentivar a reflexão no contexto desafiador em que nos encontramos, a série Ideias, promovida pelo Sesc São Paulo por intermédio de seu Centro de Pesquisa e Formação (CPF), traz a transmissão ao vivo de debates sobre as principais questões que tensionam a agenda sociocultural e educativa atual. Sempre às 16h, as conferências acontecem pelo canal do YouTube do Sesc São Paulo, com participação do público e tradução simultânea para a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Na próxima terça-feira, 27 de outubro, a mesa “Erradicação do Trabalho Infantil e Racismo no Brasil” debate a relação entre trabalho infantil e racismo, abordando perspectivas de práticas antirracistas educacionais e nas políticas públicas para o enfrentamento das violações de direitos que afetam crianças e adolescentes. Com Elisiane Santos, autora de “Crianças Invisíveis – Trabalho Infantil e Racismo no Brasil”, Kiusam de Oliveira, doutora em Educação e mestre em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela USP, e Viviana Santiago, gerente de gênero e incidência política da Plan International Brasil. Apresentação e mediação de Dani Scopin, animadora cultural no Sesc Jundiaí.

A quarta-feira, 28 de outubro, é marcada pelo bate-papo sobre o lançamento do livro “Água por Todos os Lados” (Editora Boitempo), novo título do escritor Leonardo Padura, que participa do encontro ao lado do diretor do Sesc São Paulo, Danilo Santos de Miranda, e do jornalista Juca Kfouri. Nesta obra, uma declaração de amor a Cuba, o autor apresenta ao leitor um lado pessoal de seu processo de criação, seus instrumentos de trabalho e suas inspirações. O encontro tem mediação da editora e fundadora da Boitempo, Ivana Jinkings, e apresentação de Danilo Cymrot, do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc São Paulo.

Na quinta-feira, 29 de outubro, acontece mais um debate do ciclo A Vida nos Números, parceria entre PUC-SP, NIC.br/Cetic.br e Sesc São Paulo. “Inteligência Artificial e Internet das Coisas” apresenta e contextualiza a coleta de informações e processamento de dados que culminam na Inteligência Artificial, trazendo reflexões sobre a relação dos números e do pensamento computacional com a mensuração, parametrização e produção da vida. Com Marcelo Zuffo, professor no Departamento de Engenharia de Sistemas eletrônicos da Poli-USP. A mediação é de Alexandre Barbosa, gerente do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (CETIC.br) do (NIC.br), com apresentação de Gustavo Torrezan, pesquisador no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc São Paulo.

Na sexta-feira, 30 de outubro, o debate “Empresas e Pessoas: Saúde e Sustentabilidade” propõe um momento de escuta, reflexão e discussão sobre temas como a sustentabilidade, suas relações entre o ambiente corporativo e a sociedade, e sobre como esse equilíbrio pode influenciar de forma positiva a promoção e a prevenção da saúde em sentido mais amplo, principalmente em tempos de pandemia. Com Ricardo Voltolini, diretor-presidente da consultoria Ideia Sustentável, e Pedro Jacobi, professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental do IEE-USP. A mediação é de Eduardo Bahia, diretor de educação e conhecimento da Associação Brasileira de Qualidade de Vida (ABQV), com apresentação de Fernando Andrade de Oliveira, assistente da Gerência de Saúde e Odontologia do Sesc SP.

No sábado, 31 de outubro, a conversa é sobre dança no debate “Ballet Stagium – Tempo Presente: Existência e Resistência” . O encontro traz Marika Gidali e Décio Otero, fundadores da companhia de dança, e Helena Katz, professora e palestrante com atuação no campo da comunicação e das artes, para uma reflexão sobre a trajetória do Stagium, a partir de seu nascimento, passando por sua consolidação e sua contribuição para o desenvolvimento da dança moderna no Brasil. Em 2021, o Ballet Stagium completa 50 anos de existência e marcante atuação artística, social e pedagógica. Apresentação e mediação de Fabrício Floro, assistente de Dança na Gerência de Ação Cultural do Sesc São Paulo.

LEIA MAIS

Comentários