Série “Dança” do #EMCASACOMSESC traz obra de Suely Machado e performance de Jorge Garcia

Sempre às terças e quintas, às 21h30, programação ao vivo do Sesc São Paulo na internet traz coreografias inéditas ou adaptadas dos principais artistas da dança brasileira em transmissões ao vivo no YouTube do Sesc São Paulo e no Instagram do Sesc Ao Vivo

Há mais de dois meses no ar, a programação da série Dança #EmCasaComSesc traz na próxima semana as apresentações “Memórias”, com Suely Machado, na terça-feira, 8 de setembro, e “Plano Sequência/Indoor”, com Jorge Garcia, na quinta-feira, 10 de setembro. A série mostra novos trabalhos todas as terças e quintas, às 21h30, no canal do YouTube do Sesc São Paulo e no perfil do Sesc Ao Vivo no Instagram, sempre com uma apresentação ao vivo de dança direto da casa do artista.

Criar e preencher o vazio. O projeto “Memórias”, solo apresentado por Suely Machado na terça-feira, 8, foi pensado para este momento de quarentena a partir da ideia de “falta de futuro”. A dançarina traz para o presente o passado de lembranças desfocadas, marcando essências. Movimentos e poesias criam alternativas para a incógnita do amanhã. Suely Machado é diretora do Grupo de Dança Primeiro Ato, de Belo Horizonte (MG), desde 1982. Dirige e produz espetáculos do grupo, coordena a oficina Criação do Gesto e a Oficina Preparação Corporal para Atores em diversas cidades brasileiras. É diretora do Primeiro Ato Centro de Dança, escola de formação que atende cerca de 450 alunos anualmente. Há seis anos integra o júri técnico do quadro Dança dos Famosos, do Programa do Faustão, da TV Globo. Classificação: 14 anos.

Na quinta-feira, 10, será apresentada a coreografia “Plano Sequência/INDOOR”, de Jorge Garcia. Há cinco anos, o coreógrafo vem investigando o tema junto com a sua Jorge Garcia Companhia de Dança, a partir de coreografias em plano-sequência com a participação do público. Nesta apresentação, Garcia irá transitar pela própria casa, traçando um fio condutor e uma narrativa visual, sonora e dançante, trazendo para a transmissão objetos, memórias e sensações pessoais. Desde 2005, o artista realiza obras e pesquisas junto à Jorge Garcia Companhia de Dança, tendo diversos espetáculos em repertório. Desenvolve também um trabalho de pesquisa de improviso, vídeo e performances nas ruas de cidades como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Londres (Inglaterra) e Paris (França), junto a outros artistas-criadores. Em 2016, realizou o projeto “Navegantes”, contemplado pelo prêmio Klauss Vianna/Funarte, realizando intervenções em cidades no curso do Rio São Francisco. Classificação: 14 anos.

A ação #EmCasaComSesc proporciona o encontro do público com artistas das mais diversas linguagens e estilos, em ambiente digital. Desde abril, o Sesc São Paulo oferece transmissões ao vivo, direto da casa do artista ou do atleta convidado para a casa do público, com conteúdos voltados à música, teatro, dança, circo, contação de histórias e esportes. Parte das atividades estão disponíveis no canal da instituição no YouTube: http://www.youtube.com/sescsp.

Sempre às terças e quintas-feiras, às 21h30, acontece uma apresentação de dança no formato de solos, duplas ou com mais integrantes – desde que estes já estejam dividindo o mesmo espaço neste período de quarentena – podendo ser coreografias inéditas, criadas para este espaço digital, trechos de obras ou adaptações de trabalhos existentes, de acordo com o espaço e proposta de cada obra. As apresentações têm duração de até 40 minutos. Dentro desta linguagem, a experiência das diversas edições da Bienal Sesc de Dança, que teve sua 11ª edição realizada em setembro de 2019, possibilita a expansão da atuação digital da instituição. A programação tem como foco abranger o maior número de vertentes e movimentos da dança, em suas expressões, diversidades e poéticas de corpos, dentro das muitas áreas de pesquisa, como a clássica, urbana, contemporânea, performática e experimental.

A iniciativa faz parte das diversas ações digitais que expandem a atuação da instituição no campo virtual, como a plataforma do Sesc Digital, com streaming de cinema, e a programação de transmissões de música e teatro da série Sesc Ao Vivo, além de apresentações para o público infantil e transmissão de debates.

Até aqui, o Dança #EmCasaComSesc exibiu 20 apresentações com audiência que chega a mais de 42 mil visualizações (até 1º de setembro). Já passaram pela série os bailarinos e coreógrafos Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira, em espetáculo com fragmentos da pesquisa “Outras Formas”; Diogo Granato apresentou “Toda Vez que me Despeço”; a dupla Key Sawao e Ricardo Iazzetta trouxe a “Dança do Dia”; Rubens Oliveira fez sua estreia em espetáculo solo com “Makahla”; Morena Nascimento foi atração com a dança-improviso “MADEIRA, uma Dança para meu Pai”; Márcio Greyk apresentou “Solos de Laje”; Cristian Duarte mostrou “Home100”; Jussara Miller trouxe o solo “Proximidade, um Olhar para o Avesso”; Denise Stutz esteve com o espetáculo “3 Solos em 1 Tempo”; Celly IDD e DG Fabulloso – Clássicos do Passinho apresentaram “Passinho, Dança e Tela”; Cesar Dias apresentou “Ser”; Frank Ejara & Discípulos do Ritmo apresentaram “(Com)Fluência – Pocket”; Lu Favoreto mostrou “LÁ, Onde a Gente Dançava Sobre Espelhos”; Jorge Alencar e Neto Machado apresentaram “Biblioteca de Dança”; Luciane Ramos-Silva mostrou “Gabinete de Curiosidades”; Marina Guzzo performou “Floresta”; Letícia Forattini e Otávio Portela, da São Paulo Companhia de Dança, apresentaram “Cartas para um Outro Tempo”; Luis Arrieta performou “Casa Tomada”; Dudude Herrmann apresentou “Danças Guardadas pela Casa” e Eliana de Santana apresentou “Agnes & Alice”.

LEIA MAIS

Comentários