Sem tempo para respirar: a diversidade de pensamento no Opinião 10

A mídia virtual trouxe benefícios inquestionáveis. Porém, o uso inadequado destes mecanismos pode configurar certa superficialidade aos conteúdos. Pela internet é fácil obter informações sobre os diversos assuntos, mas, geralmente, essas informações são imprecisas, incompletas e muitas vezes tendenciosas. E é neste cenário que nasce o projeto Opinião 10, canal de mídia virtual que tem como parâmetro pesquisar e divulgar a opinião crua e descentralizada da capital mineira.

Buscando uma verdadeira pesquisa sobre a opinião das pessoas sobre temáticas polêmicas e muitas vezes tabus, o projeto transparece com sinceridade e sem quaisquer filtros a opinião dos entrevistados com uma única diferença: eles não fazem ideia sobre qual assunto serão abordados. “Tudo o que eu me propus a fazer foi ser transparente com as pessoas que participaram, tendo o maior respeito com o trabalho que estava sendo realizado e com os entrevistados que eu poderia ter. O que muita gente não sabe é que todo mundo que participou nunca soube o tema que iria responder até que o momento da entrevista”, comenta Rojú, idealizador do projeto.

Rojú, inicialmente, buscava uma equipe de apoio, mas, por fim, optou por dar vida sozinho ao projeto. Sem possuir grandes recursos ou auxilio, comprou sua câmera e buscou o conhecimento necessário para que pudesse, enfim, tirar o Opinião 10 do papel ignorando as dificuldades que certamente encontraria na trajetória. “Sou um rapaz de iniciativa. Eu me arrisquei a entrar em algo que eu não sou um veterano. Não sou publicitário, não sou jornalista, não sou uma figura pública, muito menos fotógrafo. Sou simplesmente alguém que desejou fazer algo diferente e que fosse importante e, assim, resolveu investir um pouco nisso”, pontua Rojú.

09
Rojú é o idealizador do canal Opinião 10, que promove a diversidade de ideias e opiniões.

O projeto consiste em entrevistar diversas pessoas, de diversas áreas, de variadas idades, sem um nicho específico em comum e onde esses entrevistados sequer sabem qual será a temática da entrevista até que a câmera seja ligada. Ateísmo, xenofobia, feminismo, terrorismo e comunismo são alguns dos temas abordados no programa. Os resultados são os mais diversos! É possível perceber nos vídeos a variedade de opiniões, inclusive a oposição de linhas de ideias que dividem uma mesma temática. “Sendo uma pessoa visionária, eu não poderia criar um projeto sem ter em mente algo com mais profundidade e sem uma pretensão do que ele poderia se tornar. Quando eu terminei de estruturar as bases do Opinião 10, vi tudo o que eu poderia construir e que teria em mãos um registro muito importante”, comenta Rojú.

Até o momento diversas entrevistas já foram coletadas e a maioria dos vídeos já foram editados e, aos poucos, o canal tem postado seu material demonstrando diferentes opiniões, traçando um diálogo entre os participantes, mesmo que de forma indireta, e, não se enganem, muito mais do que um canal de entrevistas, o Opinião 10 é um megafone social  que de maneira límpida reflete a verdadeira opinião de belo-horizontina sem tendenciar ou dar tempo para o entrevistado reflita mais a fundo ou pesquise a respeito. Por hora, cabe ao Rojú e a nós aguardar os demais vídeos entrarem no ar, prestigiar e aguardar que surjam mais projetos como esse.

Quer conhecer mais sobre o Opinião 10? Confira as redes sociais do projeto:

LEIA MAIS

Comentários

Músico, compositor e cachaceiro. Estudante e professor de música.