Quem deveria estar na lista de indicados do Oscar e quem surpreendeu por estar lá

Nessa terça-feira, 22, o mundo do cinema parou para descobrir quem figuraria na lista de indicados ao Oscar 2019. A principal premiação cinematográfica do mundo sempre causa frisson com sua lista e, esse ano, não foi diferente. Graças à qualidade e ao sucesso das produções do ano passado, a Academia quebrou recordes com grandes números de possíveis indicados e quase não decepcionou na sua lista final.

Apesar da surpresa positiva de grande parte das indicação para concorrer à estatueta esse ano, alguns nomes merecedores de concorrer ficaram de fora. Ao mesmo tempo, na via oposta, houve indicações que ninguém entendeu, já que não se destacaram tanto assim.

Deveriam concorrer, mas não foram indicados

Nesse quesito estão três atores que deixaram muita gente de boca aberta com suas atuações. É o caso de John David Washington, protagonista de “Infiltrado na Klan” . Indicado para algumas das principais premiações importantes desse ano, como o Globo de Ouro e o SAG Awards, ele foi deixado de fora do Oscar… mesmo com o filme concorrendo em seis categorias.

Infiltrado-na-klan_destaque

Nicole Kidman também ficou esquecida, apesar de estar praticamente irreconhecível no filme “O Peso do Passado” e de sua interpretação da detetive Erin Bell ter sido extramente elogiada. É o caso, ainda, de Toni Collete que, segundo os principais críticos de cinema, teve uma das principais performances do ano no terror “Hereditário”. Infelizmente, não foi dessa vez que ambas vão concorrer a Melhor Atriz no Oscar.

Apelidado de premiação da diversidade, o Oscar 2019 levou para a lista de indicados diversos profissionais negros e, aos poucos, a Academia vem tentando limpar sua barra por indicar e premiar apenas artistas brancos. Ainda assim, eles pecaram por deixar de fora da categoria de Melhor Filme “Se a rua Beale falasse”, mesmo que o longa esteja concorrendo a Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Atriz Coadjuvante para Regina King e Melhor Trilha Sonora Original.

download

O mesmo caso se aplica a Ryan Coogler. O diretor de “Pantera Negra” está exultante com o fato de um filme de heróis e com um elenco quase que inteiramente formado por atores negros ter sido indicado em nada menos que sete categorias. Mas, a indicação para Melhor Filme não isenta a Academia de ter deixado Ryan de fora da categoria de Melhor Direção.

legiao_94jqgCkmJOQ7tZusHhGxneBX5a8bd2ScrK_AzLPEUY.png

Por falar em filmes de heróis, há quem diga que houve injustiça ao não incluir “Aquaman” para concorrer a Melhor Efeito Visual. E também acharam injusto que “Vingadores: Guerra Infinita” concorresse apenas à essa mesma categoria. Mas, certo é que ninguém entendeu porque “Han Solo – Uma história Star Wars” entrou para a categoria de efeitos visuais! Nem público, nem críticos e nem fãs gostaram muito da produção.

Quem colocou esses nomes na lista?

Na contramão, estão aqueles nomes que não fazem muito sentido que estejam concorrendo ao Oscar. Assim como aconteceu com “Han Solo” que decepcionou muita gente, outras produções deveriam ter sido esquecidas para dar lugar àquelas que realmente mereciam participar da premiação.

É o caso do filme “A Balada de Buster Scruggs” que foi indicado em categorias importantes, mas nem deveria ter passado por lá. A produção dos irmãos Coen foi exibida em cinemas selecionados, com a única intensão de se qualificar para o Oscar e muita gente nem nunca viu, literalmente.

DsfaN5PVYAACjR9

O que também causou surpresa em muita gente é o fato de Paweł Pawlikowski, diretor de “Guerra Fria”, produção polonesa que concorre a Melhor Filme Estrangeiro, ter sido indicado a Melhor Direção. Há quem diga que ele roubou o lugar que, por justiça, deveria ter sido de Bradley Cooper, por seu primeiro trabalho na direção no elogiadíssimo “Nasce um estrela”. , indicado em todas as premiações anteriores, ficou de fora. Guerra Fria ainda foi nomeado em uma grande categoria, como melhor fotografia.

rnasce-uma-estrelar-triunfa-no-oscar-mas-bradley-cooper-e-esnobado-como-diretor

LEIA MAIS

Comentários

Tatiana Linhares. Muitas. Jornalista. Mineira. Tatuada. Outono e primavera. Pão de queijo. Livros. Música. Revistas. Cinema. Teatro. Futebol. Cruzeiro. Viagens de carro. Areia e mar. Esmalte colorido. Cerveja gelada. Família grande. Incontáveis amores. Paixonites agudas. Saudade. Simplicidade. Palavras