Queijo e delícias do Mercado Central, em Belo Horizonte, na Rede Minas

Reportagem da série em comemoração aos 90 anos do Mercado Central mostra as delícias comercializadas no local

O mineiro faz jus ao provérbio: “com a faca e o queijo na mão”. Quem nasceu no estado não deixa faltar à mesa esse laticínio. O Mercado Central é a prova disso. Lá são vendidos diversos tipos de queijo em uma quantidade maior do que aquela comercializada em toda Minas Gerais. Nesta quinta-feira, 5 de setembro, o Jornal Minas vai mostrar a importância do produto nesse centro comercial, considerado um dos melhores do mundo, na série especial “90 Anos do Mercado Central”.

O repórter Paolo Xavier foi até o local e mostra o queijo e outras delícias comercializados no Mercado, que no próximo sábado completa nove décadas. Muitos desses produtos atraem os moradores da capital e, também, os turistas. É comum quem visita Belo Horizonte, capital mineira, provar o queijo, o fígado com jiló, os doces caseiros, sem deixar de levar na mala lembranças do estado, como a cachaça e uma peça de artesanato.

A reportagem sobre as delícias oferecidas no local é a segunda da série especial sobre o Mercado Central. Na sexta, o Jornal Minas encerra com outra matéria especial que mostra as lendas e ‘causos’ que fazem parte do imaginário folclórico de muitos daqueles que frequentam o lugar, que hoje abriga 400 lojistas e recebe 1,2 milhão visitantes por mês.

A série “90 Anos do Mercado Central” vai ao ar na quinta, 5, e sexta, 6, no Jornal Minas 1ª Edição, às 12h30, e 2ª Edição, às 19h15, pela Rede Minas.

LEIA MAIS

Comentários