Projeto “90 segundos” incentiva produção musical local, registra tudo em vídeo e expande a divulgação da cena independente itabirana

O movimento rap itabirano não para de crescer e lançar novos projetos para dar ainda mais destaque à cena. O selo QDC Beats, que trabalha para produzir, registrar e divulgar artistas do movimento underground da região, criou um projeto que promete revolucionar a produção musical local: o “90 Segundos”.

rapper e produtor musical Juanfábelo Mendes, o 100Sei, criador do QDC Beats, conversou com o Trem das Gerais e contou tudo sobre o projeto. Confira a entrevista!

Trem das Gerais: O que é o projeto “90 Segundos”?

100SEI: O “90 Segundos” é um projeto sem fins lucrativos e com realização independente, que pretende convidar MCs, rappers e cantores para transformarem uma letra de sua autoria em um beat feita na hora! Todo o processo será registrado em áudio visual para produção de um webvideo que contará também com depoimentos do produtor sobre o desenvolvimento do trabalho musical de gravação e produção da música. A ideia é atrair quem gosta de beats, home studio, produção musical e hip hop. Pretendemos ainda reunir todos os webvideos em um minidocumentário sobre o projeto, feito pelo coletivo Meio da Rua.

04

Trem das Gerais: Como e quando surgiu a ideia de se fazer o projeto “90 Segundos”?

100SEI: A ideia de fazer um projeto que envolvesse vídeo e produção musical já estava na cabeça há algum tempo, mas foi em maio de 2016 que a ela se concretizou. Alguns meses depois, gravamos o primeiro piloto com o mano Thurrá, do Grupo Visão Futura. Com o piloto em mãos, definimos o escopo e o roteiro do projeto, dando mais agilidade e qualidade ao material.

Trem das Gerais: Como é a produção das gravações do projeto e quem é responsável por produzi-lo?

100SEI: É tudo feito de forma independente. A produção do beat é feito por mim e as gravações no Studio QDC Beats. Os vídeos serão produzidos pelo pessoal do Meio da Rua e, claro, sempre contamos com o apoio dos amigos envolvidos nos corres. O pessoal gosta de produzir um beat na hora para o projeto. Alguns chegam com uma ideia na mente, outros com fragmentos e alguns escrevem na hora. Fazemos a gravação sincronizada com a execução do vídeo, depois rola uma edição. Mas o responsável geral do bagulho sou eu!

05

Trem das Gerais: Como é feita a escolha dos MCs que participam das gravações?

100SEI: Procuro convidar pessoas que estejam trabalhando com a gente no Studio, comprando beats, gravando músicas e apoiando nossas atividades. Dessa forma, seguindo um ciclo de somas, sempre estamos recebendo pedidos. Futuramente, vamos dar umas oportunidades e envolver artistas de outros estilos e ritmos. Além disso, outros projetos estão chegando com as novas parcerias e patrocínios do Studio. Muita novidade por vir.

Trem das Gerais: Quem participou das edições do projeto?

100SEI: O projeto está avançado e já estamos trabalhando os vídeos novos. Por enquanto, temos oito episódios disponíveis para serem acessados no YouTube e mais dois gravados e prontos para serem publicados. Além disso, ainda temos outros vídeos ainda em processo de edição. Nos 10 primeiros episódios participaram: Thurrá do Grupo Visão Futura, Grim do Grupo Th2o, MK Mc, Renato N22, Nego Lizu, Serjão do Grupo 2LDM, Hendril do Grupo Segundo Horizonte, Mano Ka, 100SEI e Elias da Conexão SMI.

Saiba mais

Redes sociais do 100SEI:

Link dos vídeos do projeto “90 segundos”

Links das músicas no Soundcloud

https://soundcloud.com/qdc-1/sets/90segundos-qdc-beats-videos-on

LEIA MAIS

Comentários

Tatiana Linhares. Muitas. Jornalista. Mineira. Tatuada. Outono e primavera. Pão de queijo. Livros. Música. Revistas. Cinema. Teatro. Futebol. Cruzeiro. Viagens de carro. Areia e mar. Esmalte colorido. Cerveja gelada. Família grande. Incontáveis amores. Paixonites agudas. Saudade. Simplicidade. Palavras