Praça da UFOP recebe intensa programação com música popular e clássica durante o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana

Orquestra Ouro Preto, Calix, Matheus VK, Larissa Luz, Candonguero, Nem Secos, Francisco, El Hombre, Homem de Laboratório, Cartoon, Dolores 60 e Fractal Orchestra marcam programação.

Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana – Fórum das Artes 2018 traz a Ouro Preto artistas e músicos que se apresentam em shows e concertos gratuitos, na Praça da UFOP. O espaço democrático e aberto ao público recebe, nesta edição, shows que vão do clássico ao contemporâneo, passando pelo popular. A entrada é sempre gratuita, e os shows são abertos a todas as idades.

No dia 13 de julho, sexta-feira, às 21h, Dia Mundial do Rock, a Praça da UFOP recebe a Orquestra Ouro Preto, com o consagrado concerto The Beatles, composto por músicas do famoso quarteto de Liverpool. Em seguida, a praça é tomada pela Banda Calix, que atua desde 1998 com a mesma formação e é uma das bandas independentes mais importantes do País. Suas influências são o rock, a músicafolk, a música mineira e a world music.

No dia 14 de julho, sábado, artistas aclamados da cena contemporânea brasileira tomam conta da Praça da UFOP. Às 21hMatheus VK abre a noite com suas versões carnavalescas de canções de músicas em estilo brega e sensual. Psicólogo, ele largou a profissão para se dedicar à música e puxa o bloco carnavalesco Fogo e Paixão, no Rio de Janeiro. Às 22h30, Larissa Luz sobe ao palco trazendo a música negra e baiana contemporânea. Indicada ao 17º prêmio Grammy Latino, ela tem Nina Simone e Elza Soares como influências.

No domingo, 15 de julho, às 21h, é a vez do grupo Candonguêro, tradicional de Ouro Preto, ocupar a Praça da UFOP, com o show focado em seu primeiro disco, Era uma vez um Carnaval, lançado em 2018.

A Tropicália, tema do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana – Fórum das Artes 2018, recebe os holofotes do palco da Praça da UFOP no dia 20 de julho, sexta-feira, às 21h, com a banda Nem Secos e o show Tropicália 50 anos. No repertório, releituras ousadas dos grandes sucessos dos tropicalistas, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Tom Zé, Os Mutantes e Gal Costa. Às 22h30, é a vez da bandaFrancisco, El Hombre, formada por mexicanos e brasileiros em uma forte conexão latino-americana, com músicas autorais em espanhol e em português.

No sábado, 21 de julho, às 21h, Duzão Mortmer e Band traz o show Homem de Laboratório, com mistura de ritmos diversos, como funk, reggae, rock, blues e samba. Às 22h30, a banda belo-horizontina Cartoon sobe ao palco com seu rock progressivo e seus mais de 20 anos de trajetória.

O encerramento do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana – Fórum das Artes 2018, no domingo, 22 de julho, tem, às 21h, a banda Dolores 602 com o show Cartografia. O grupo é formado por quatro mulheres mineiras, todas feministas, com influência da baiana Maglore às americanas The Black Keys, Widowspeak e Warpaint, passando por The Cranberries, Rita Lee e Pato Fu. Para finalizar, às 22h30 a Fractal Orchestra apresenta o show Metamorfose: Uma Viagem Sonora Pela Música Brasileira. A Fractal é uma orquestra de cordas sinfônicas que utiliza elementos sintetizados, elétricos, eletrônicos, étnicos, vozes e recursos tecnológicos para simular timbres, efeitos e manipular sons de modo a gerar uma experiência sonora diferenciada.

Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana – Fórum das Artes 2018 é uma realização da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), em parceria com a Fundação Educativa Ouro Preto (Feop) e as Prefeituras de Ouro Preto e João Monlevade. Mais informações pelo site www.festivaldeinverno.ufop.br.

SERVIÇO

Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana – Fórum das Artes 2018
Ouro Preto e Mariana
6 a 22 de julho

LEIA MAIS

Comentários