“Política: Modo de Fazer”, série que mostra ações transformadoras nas periferias do país, está disponível na plataforma Videocamp

Seriado retrata o despertar da sociedade para a política e mostra como cidadãos tornam-se agentes de mudanças

Iniciativas de inovações políticas realizadas por jovens das periferias de grandes cidades brasileiras são o tema principal da série “Política: Modo de Fazer“, que está no ar pelo Videocamp – plataforma online que viabiliza exibições públicas gratuitas de filmes em todo o Brasil – desde o dia 24 de abril.

Dividido em quatro episódios, o seriado aborda temáticas como práticas públicas e atitudes empreendedoras. A série é uma coprodução da Maria Farinha Filmes e Globo News e foi inspirada na pesquisa “Emergência Política”, do Instituto Update, organização brasileira que estuda e fomenta práticas políticas emergentes na América Latina.

F02

O primeiro episódio mostra um grupo que realiza terapia comunitária, em Ceilândia, cidade-satélite de Brasília, Distrito Federal, e retrata o trabalho do Data_labe, um laboratório que produz narrativas baseadas em dados, contextualizados por adolescentes de comunidades, mulheres, negros e negras.

O segundo capítulo apresenta iniciativas empreendedoras que nasceram nas periferias do Brasil, como a do Projeto Fa.vela, em Belo Horizonte, Minas Gerais, que funciona como um acelerador de negócios de base favelada para a formação de empreendedores.

F03

O terceiro episódio mostra o fazer político com foco na força feminina: são exibidas iniciativas como a Assessoria Popular Maria Felipa, formada por jovens advogadas, que prestam assessoria jurídica e humanitária a mulheres/mães presas sem recursos. Também apresenta a Rede Umunna, um coletivo que se organizou em torno de novas práticas políticas, para incentivar o engajamento de meninas negras das comunidades em ambientes políticos.

Já o quarto capítulo retrata a história de um adolescente, filho de pajé, que dá continuidade ao ofício paterno e mostra também a história de um grupo de meninas que organizaram um coletivo de jornalismo independente.

“Disponibilizar o acesso ao seriado no Videocamp, para exibições públicas e gratuitas, é uma forma de democratizar o alcance à toda inteligência e tecnologia aplicadas pelo Instituto Update pelo fortalecimento do ecossistema de inovação política na América Latina. E é um grande ganho – e um sopro de esperança em tempos difíceis – para nós no Videocamp, que acreditamos no audiovisual como potente ferramenta de transformação”, ressalta Josi Campos, coordenadora do Videocamp.

F04

LEIA MAIS

Comentários