Poesia é destaque no aniversário de Carlos Drummond de Andrade

Quando, em 31 de outubro, um certo Carlos Drummond de Andrade nasceu, pouca gente poderia imaginar que dali em diante o mundo da literatura mudaria permanentemente. O ano era um já longínquo 1902, mas os impactos gerados a partir dessa data ainda ecoam no moderno 2016 – e devem seguir impactando o universo das palavras, afinal, genialidade é um conceito atemporal.

Seja na prosa ou na poesia, no conto ou na crônica, Drummond conquistou com méritos o posto de um dos maiores escritores da língua portuguesa. O poeta itabirano é um dos expoentes do movimento modernista, porém, essa nomenclatura deve ser entendida além de sua conceituação básica, que aponta “apenas” para uma transformação dos sistemas estéticos da arte tradicional.

Carlos Drummond de Andrade é modernista por conseguir, mesmo tanto tempo após a sua morte, ocorrida em 1987, se comunicar com as mais diversas gerações. Drummond é modernista por enxergar o mundo que se desnudava à sua frente e, até hoje, suas crônicas e análises se mantém extremamente atuais. Drummond é modernista por ter ido sempre além – da prosa, do verso e do parágrafo.

Não à toa o dia 31 de outubro é também celebrado como o Dia Nacional de Poesia. A justa homenagem foi feita no dia 03 de junho de 2015, quando o projeto de lei 13.131/2015, de autoria do senador Álvaro Dias (PSDB), foi sancionada. E não somente dessa homenagem se faz o dia 31 de outubro: em todo o Brasil diversas manifestações artísticas celebram a data.

Em Itabira, cidade natal do poeta, a tradicional Semana Drummondiana, promovida pela Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), chega à sua 15ª edição num esforço de divulgação do trabalho de Drummond. Durante toda a segunda-feira são diversos eventos que discutem, promovem reflexão e reforçam a importância do escritor para a cidade e o país.

À noite, encerrando o evento e as celebrações drummondianas, acontece a Seleção Nacional de Poesias, que abre espaço para a nova geração de poetas itabiranos e brasileiros – que, quem sabe, venham a promover as mesmas transformações na literatura.

Confira a programação do último dia da 15ª Semana Drummondiana:

Intervenção poética com La Trupe
Horário: 08h às 11h
Local: Avenida Mauro Ribeiro Lage, Centro Comercial Caminho Novo e FCCDA
Ingressos: Gratuito

Fala, Fala – Drummond e seus Versos
Horário: 09h às 12h
Local: Praça Dr. Acrísio Alvarenga
Ingressos: Gratuito

Blitz Literária – Diálogos Sobre Farewell
Horário: 10h
Local: Avenida João Pinheiro, rua Água Santa e FCCDA
Ingressos: Gratuita

Exposição “Itabira, Palavra e Verso: Drummond e as Aldravias”
Horário: 10h
Local: Casa de Drummond
Ingressos: Gratuito

Drummond Presente – Recital de Poemas (alunos do 1º ao 5º ano)
Horário: 13h
Local: Galeria da FCCDA
Ingressos: 13h

Um Presente para a Casa – O artista Arthur Ráth pinta uma tela em homenagem a Drummond
Horário: 15h
Local: Deck da FCCDA
Ingressos: Gratuito

Seleção Nacional de Poesias
Apresentação do grupo Drummondzinhos e do coral Madrigal Allegro
Horário: 20h
Local: Memorial Carlos Drummond de Andrade
Ingressos: Gratuito

LEIA MAIS

Comentários

A profissão é jornalista. A diversão é um livro. Mas também pode ser um filme ou uma série. O esporte é futebol - desde que acompanhado do sofá da sala. O universo digital exerce grande interesse. Não dispensa uma xícara de café ou um copinho de cerveja.