Ouro Preto e Mariana recebem edição do Sonora Inconfidentes, festival internacional de mulheres compositoras

Entre 18 artistas, apenas duas mulheres na programação de um festival da composição. Foi a partir do incômodo diante da ausência de representatividade, que Deh Mussulini deu o primeiro passo para o Sonora, festival internacional que já reuniu mais de 150 compositoras em seis países da América Latina e Europa. De hoje a domingo, Ouro Preto e Mariana recebem a edição Inconfidentes do evento, trazendo como atração especial a sambista Dona Jandira.

s02
Deh Mussulini foi uma das incentivadoras do Sonora.

Em fevereiro, Deh criou um chamado online por meio da hashtag #mulherescriando para que as artistas mostrassem seu trabalho em vídeo e reafirmassem o espaço da mulher na música como criadora e não apenas intérprete. A iniciativa repercutiu em todo o país, mapeando talentos antes ocultos. A convite da cantora paulista Larissa Baq, Deh se uniu a Ilessi, do Rio de Janeiro, e Ana Luiza Barral, da Bahia, para organizar um festival de mulheres compositoras nesses estados.

Uma rede de conexões entre artistas de diferentes regiões do país acabou expandindo a iniciativa, que ganhou edições mundo afora. O Sonora Inconfidentes será o primeiro a ser realizado em uma cidade do interior.  À frente dele está a cantora marianense Mo Maiê, do coletivo Minas da Voz, de mulheres compositoras e musicistas. “Sempre fomos induzidas a perceber as demais mulheres como rivais e agora chegou o momento em que precisamos mudar essa visão e perceber a outra mulher como aliada. A música é nossa arma”, afirma a artista.

Mo Maiê explica que o objetivo para selecionar as atrações em Minas era contemplar os mais diversos estilos musicais e o maior número possível de compositoras da região. “A princípio, algumas mostraram bastante resistência, já que não consideravam seu trabalho pronto para participar de uma mostra”, conta. Ela lembra que há uma forte tradição musical na região, mas as compositoras são desconhecidas do público. “É chegada a hora de transformar nossa história e dar visibilidade, voz e vez a essas mulheres”, reivindica.

A programação contará com as canções, de raiz folclórica, da violonista argentina Andrea Bazán, a pegada afro-brasileira de Thaiz Cantasini, a harmonia da clarinetista Simone Moraes e a batida ostentação da MC Jaine, de 17 anos.

s03
Mo Maiê está à frente da realização do Sonora Inconfidentes.

Com o Sonora, Mo Maiê só fortalece o apoio mútuo que já existe entre as mulheres artistas da região dos inconfidentes. O coletivo Minas da Voz promove shows, oficinas, mostras de arte e cortejos em diferentes eventos em Mariana e o distrito de Passagem. O evento terá o democrático sistema “pague quanto puder” a fim de deixar a participação aberta ao maior número possível de pessoas.

Segundo Deh Mussulini, o Sonora será realizado anualmente e a tendência é que cresça. Simultaneamente, está sendo realizada a 2ª Mostra Mulheres Criando em Belo Horizonte, que se estenderá até 15 de dezembro no Espaço Suricato. “A receptividade em todos os lugares tem sido muito grande. As pessoas ficam meio impressionadas, pois não veem muitas mulheres tocando e cantando. Saem chocadas, emocionadas. Choram mesmo. É uma sensação de algo transcendental. Comecei a perceber que não é só um movimento musical. É político”, afirma Deh.

SERVIÇO

Sonora Inconfidentes – Ciclo Internacional de Compositoras
Data:
de 05 a 07 de agosto
Ingressos: “pague quanto puder”
Outras informações: https://goo.gl/bCDIW6

PROGRAMAÇÃO

Sexta-feira (05/08)

Mina Du Veloso – Ouro Preto (Rua Levindo Inácio André, 180 – São Cristóvão)
Mc Jaine + Claudia Manzo
Andréa Bazán + Luíza Gaião
Pamelli Marafón + Mo Maiê convidam Henrique Nolasco & João Paulo Avelar

Sábado (06/08)

Teatri do Dragão – Passagem (Rua Dom Veloso, 131, Passagem)

Bárbara Leite
Cássia Silva & Simone Moraes convidam Júlia Pires & Rose Félix
Mari Blue & Danni Ribeiro
+ Círculo de Criadoras
+ Bazar Musical

Domingo (07/08)

Sagarana – Mariana (Rua Cônego Amando, 286 – São José)

Karine Campos
Ana Luisa Barral & Deh Mussulini
Thaiz Cantasini convida Nathália Nahraújo
+ JAM Sonora

LEIA MAIS

Comentários

Shirley Pacelli é itabirana, jornalista, apaixonada por cultura, viagens e pessoas. Trabalhou no jornal Estado de Minas ao longo de cinco anos, passando pelas editorias de turismo, tecnologia, mídias sociais e cultura. Desde agosto, está na estrada fazendo um mochilão pela América Central. Acompanhe suas andanças em roletur.wordpress.com.