Ocupando diversos espaços culturais, 44º Festival de Inverno de Itabira chega ao fim com a participação de 16,5 mil pessoas

Durante o mês de julho, Itabira foi cenário para diversas atividades culturais e artísticas. De 20 a 29, a cidade recebeu 21 oficinas de diversas curadorias e 20 shows musicais, além de espetáculos de dança, teatro, exposições, sessões de cinema, palestra, contações de histórias, lançamento de livros, intervenções e ocupações culturais. Ao todo, 16,5 mil pessoas aproveitaram a programação do 44º Festival de Inverno de Itabira.

Com o tema “Movimentos”, o evento deste ano se propôs a instigar e inspirar o público a vivenciar os vários espaços culturais disponíveis no município. Para isso, foram utilizados locais como a Galeria, Foyer e Teatro da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), Casa do Brás, Fazenda do Pontal, Memorial Carlos Drummond de Andrade, Concha Acústica, Pico do Amor e o Paredão do Rua Tiradentes, que voltou a integrar a programação do Festival de Inverno.

Além disso, foram realizadas ações descentralizadas, permitindo que um público maior pudesse ter acesso às atrações. Bairros como Pedreira do Instituto, Gabiroba e Madre Maria de Jesus receberam oficinas e sessões de cinemas, assim como os distritos de Ipoema e Senhora do Carmo, que também sediaram aulas e foram palcos para apresentações culturais.

Encerramento

Prova dessa diversidade artística foi o último final de semana do Festival de Inverno de Itabira. No sábado, 28, o Memorial Carlos Drummond de Andrade recebeu o lançamento do livro “Dentro de Mim”, de Maria Gláucia Drummond de Oliveira. A escritora, que é natural de Santa Maria de Itabira, mas reside em João Monlevade, utiliza a sua poesia para tratar de sentimentos como ternura, saudade, lembrança, tristeza e amor.

contação

No mesmo dia, a Concha Acústica recebeu os shows de Jack no Bico, que contou com um repertório que passeou pelos clássicos do rock, e Banda Amos, da Polícia Militar, que trouxe uma apresentação dançante e marcada por sucessos da música nacional e internacional. Já o Teatro da FCCDA recebeu um belo espetáculo protagonizado pelo Trio Amaranto e a Orquestra de Câmara da Escola Livre de Música de Itabira.

contação (3)

Ipoema, por sua vez, sediou a tradicional Roda de Viola. Contando com parceira do Festival de Inverno, o evento teve shows com Grupo Viola Tropeira Raiz e Cléver Paulo.

contação (1)

O encerramento do 44º Festival de Inverno de Itabira aconteceu no domingo, 29. O último dia de atrações começou com uma série de atividades no Memorial Carlos Drummond de Andrade: Pedal no Quintal, que levou ciclistas a percorrerem 32 km até Ipoema; apresentação dos resultados das oficinas “Revivendo o Circo” e “Percussão”; contação de história com o grupo Ih Contei; e a intervenção cultural “O Teto”, com o coletivo Na Esquina.

contação (6)

No Teatro da FCCDA, o grupo Dama Espaço Cultural apresentou a peça infantil “Era uma Vez, Outra Vez”, que aborda a bela relação de uma neta com a sua avó. Enquanto o bairro Gabiroba recebeu sessão de cinema com as animações “Parcialmente Nublado” e “Viva, a Vida é uma Festa”.

contação (5)

A Concha Acústica foi o palco escolhido para os últimos eventos do Festival de Inverno. Em uma noite fria, o Grupo Folclórico Tumbaitá e o Trio Conceição animaram o público, que ainda pode assistir a uma grande apresentação do músico Alceu Valença, que trouxe um show que transitou pelos grandes sucessos de seus 40 anos de carreira.

contação (4)

O 44º Festival de Inverno de Itabira é uma realização da FCCDA e Prefeitura Municipal de Itabira (PMI), patrocinado pela Vale e copatrocinado pela Unimed Itabira. O evento conta com apoio cultural da SP Comunicação, Hotel Água Santa, Restaurante Chico Savassi, Premium Executive Hotel, Siella Digital Media, Varanda Churrascaria, Sóier Odontologia, Casarão Turismo, Fruto de Minas, Box Mineiro, Pizzaria Italiana, Bússola Sete e Senac Minas Gerais.

Outras informações pelo telefone (31) 3835-2152 ou no site www.fccda.com.br.

LEIA  MAIS

Comentários