Morre Paulo Henrique Amorim

O Brasil perdeu mais um grande jornalista na madrugada desta quarta-feira, 10 de julho. Paulo Henrique Amorim, morreu aos 77 anos, em sua casa no Rio de Janeiro, após sofrer um infarto fulminante. A informação foi confirmada pela TV Record, onde ele trabalhava desde 2003.

Afastado da emissora desde o junho desse ano, Amorim deixa mulher e filha. O jornalista teve passagem pelas principais emissoras do país, como Globo, Bandeirantes, Cultura e Record onde apresentava, até recentemente, o programa Domingo Espetacular.

Além disso, Amorim ajudou a popularizar o termo “PIG”, ou “Partido da Imprensa Golpista”, modo pejorativo usado para designar veículos de comunicação que, segundo ele, apoiavam um golpe contra os Governos petistas.

Inspiração para várias gerações de jornalista brasileiros, Paulo Henrique Amorim, fez sua estreia no jornal “A Noite”, em 1961. Ele também foi correspondente em Nova York para a revista “Realidade”, e depois a revista “Veja”. A foz aguda, as interpretações marcantes e o texto inteligente eram marcas registradas do jornalista.

LEIA MAIS

 

Comentários