Morre autor de best seller clássico “O gênio do crime”

Tem muita gente por aí que, quando ainda estava na adolescência, descobriu o prazer de ler as aventuras do Gordo e sua turma. Esses personagens protagonizaram, ao todo, 13 livros. O primeiro deles foi o best seller “O gênio do crime”, um clássico da literatura juvenil brasileira.

42a6aff7ce36068eec46b5604eb96abe2b9fe426

João Carlos Marinho, autor do livro, morreu no domingo, 17 de março, aos 83 anos em São Paulo. Ele estava internado desde fevereiro no Hospital Sancta Maggiore da Mooca. Carioca, mudou-se ainda criança para Santos e, depois São Paulo. Concluiu os estudos básicos na Suíça e, quando voltou, cursou Direito na Faculdade do Largo de São Francisco, da Universidade de São Paulo (USP).

Escreveu sua obra-prima, “O gênio do crime”, em 1969. Segundo cálculos do próprio autor, cerca de 1,2 milhão de exemplares foram vendidos, em mais de 60 edições desde o lançamento. A obra também foi traduzida para o espanhol e adaptada para o cinema em 1973, sob o título “O detetive Bolacha contra o gênio do crime”.

LEIA MAIS

Comentários

Tatiana Linhares. Muitas. Jornalista. Mineira. Tatuada. Outono e primavera. Pão de queijo. Livros. Música. Revistas. Cinema. Teatro. Futebol. Cruzeiro. Viagens de carro. Areia e mar. Esmalte colorido. Cerveja gelada. Família grande. Incontáveis amores. Paixonites agudas. Saudade. Simplicidade. Palavras