Mais de 200 propostas de audiovisual são apresentadas em edital do Governo de Minas Gerais

O Governo de Minas Gerais, por meio do Programa de Desenvolvimento do Audiovisual Mineiro (Prodam), está realizando investimentos inéditos no setor, os quais têm mobilizado e beneficiado um número crescente de produtores no estado.

O edital para Desenvolvimento de Projetos, cujas inscrições terminaram na última semana, teve crescimento acima de 50% no número de propostas apresentadas, em comparação com o ano anterior, subindo de 137 para cerca de 210.

O concurso, realizado com verba exclusiva da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), vai selecionar 16 propostas de roteiro, divididas nas categorias: ficção, animação e documentário, que receberão investimento total de R$ 1,5 milhão. Duas comissões técnicas foram formadas para análise das propostas: uma que avaliará os projetos de longas-metragens e outra para séries de TV.

Participam das equipes representantes da sociedade civil, da Secretaria de Estado da Cultura, Rede Minas, Codemig, Sebrae, BNDES, Câmara da Indústria do Audiovisual da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e Brasil Audiovisual Independente. A expectativa é de que o resultado seja divulgado na segunda quinzena de março.

Segundo a diretora de Fomento à Indústria Criativa da Codemig, Fernanda Machado, a ampliação da participação nos editais demonstra o acerto na política de incentivo ao setor. “Essa demanda comprova que há um enorme potencial criativo e de negócios no estado, que está respondendo a ações consistentes e investimentos cada vez maiores que temos feito nessa área”, acentua.

Outro edital tem inscrições abertas até fevereiro

Outro edital de fomento ao audiovisual está com inscrições abertas até 23 de fevereiro. A nova iniciativa ampliou em dez vezes o valor do investimento feito em parceria entre a Codemig e a Agência Nacional do Cinema (Ancine) para produção e finalização de longas metragens. O concurso piloto, publicado em 2015, distribuiu o valor de R$ 525 mil.

Desta vez, o montante destinado pelo Governo do Estado de Minas Gerais será de R$ 2 milhões. O repasse da Ancine, por meio do Fundo Setorial do Audiovisual, será de R$ 3 milhões, totalizando R$ 5 milhões de investimentos para produção ou finalização de seis projetos nas categorias ficção, animação e documentário. O edital está disponível no site da Codemig.

Prodam

Os editais fazem parte das iniciativas do Programa de Desenvolvimento do Audiovisual Mineiro, lançado em maio de 2016, reunindo representantes de instituições privadas, setoriais, órgãos e entidades da administração pública direta e indireta do Estado de Minas Gerais.

A rede de cooperação atua como um elo de forças em prol do impulso à formação, produção, distribuição, exibição e preservação do audiovisual mineiro, colocando em uma mesma direção ações diretas e dinâmicas com todos os atores atuantes.

Minas de Todas as Artes

O fomento da Codemig ao audiovisual integra o Minas de Todas as Artes – Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa. A iniciativa inédita e estratégica busca fomentar o desenvolvimento de novos negócios que gerem empregos, renda e riquezas para o Estado.

Até o fim de 2018, serão investidos mais de R$ 50 milhões em iniciativas de fomento, fortalecimento e valorização de setores como gastronomia, audiovisual, design, moda, música e novas mídias.

A Indústria Criativa constitui a cadeia produtiva composta pelos ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade e capital intelectual como insumos primários.

Estima-se que haja mais de 250 mil empresas no Brasil na área da Indústria Criativa. Acompanhe as iniciativas do programa Minas de Todas as Artes no Facebook, no Instagram e no site da Codemig.

*Com informações da Agência Minas.

LEIA MAIS

Comentários