Lei Aldir Blanc: Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade lança editais de subsídio mensal para espaços culturais e contratação de pareceristas

A Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), em Itabira, Minas Gerais, lançou nesta segunda-feira, 9 de novembro, dois editais previstos no Plano de Execução da Lei de Emergência Cultural em Itabira. Um deles trata do subsídio mensal para manutenção de espaços e instituições culturais e da seleção de pareceristas e avaliadores para análise e emissão de pareceres técnicos sobre os projetos artísticos.

Os editais, assim como os seus respectivos formulários de inscrições, estão disponíveis no site www.fccda.com.br. Os interessados em contar com o subsídio mensal para espaços culturais têm até o dia 20 de novembro para realizar as suas inscrições, já aqueles que desejam se cadastrarem como pareceristas têm até o dia 12 de novembro caso queiram participar das primeiras contratações.

Subsídio mensal para espaços culturais

O edital, que contará com um aporte de R$ 180 mil pela Lei Aldir Blanc, tem como objetivo garantir o pagamento de um subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias que tiveram as suas atividades interrompidas devido as ações de combate ao novo coronavírus (Covid-19).

É importante destacar que para solicitar o subsídio mensal é necessário que as instituições interessadas preencham o Cadastro Municipal de Cultura — também disponível no site da FCCDA.

Pareceristas e avaliadores de projetos culturais

Com objetivo de credenciar pessoas para analisar e emitir pareceres técnicos sobre os projetos inscritos nos editais da Lei Aldir Blanc, esse cadastro busca candidatos habilitados para avaliar propostas nas seguintes áreas: Circulação de Eventos, Apresentações e Espetáculos (circo, dança e teatro), Formação e Experimentação (oficinas, palestras, contação de histórias, performances poéticas, exposições, mostra de vídeo e cinema e lançamento de livros), Música (show, recitais, concertos e outros), Desenho, Cultura Popular e Poesia.

Os interessados podem se credenciar para avaliar mais de uma área artística, porém, caso sorteados para analisar dois segmentos simultaneamente, terão que optar por apenas um deles. É necessário comprovar experiência no setor artístico para se habilitar. Ao todo, serão destinados R$ 26.983,14 para a contratação de pareceristas.

Seleção de propostas artísticas

Além dos editais lançados nesta segunda-feira, a FCCDA conta com outro processo em andamento pela Lei Aldir Blanc: seleção de propostas de atividades artísticas e culturais e que possam ser transmitidas on-line. As inscrições também acontecem por meio do site www.fccda.com.br e podem ser feitas até o dia 17 de novembro.

Serão selecionadas propostas voltadas para as seguintes áreas: espetáculos em geral, oficinas, palestras, contações de histórias, performances poéticas, mostras de cinema, shows, recitais, concertos e exposições de artes plásticas ou visuais. Será permitida a inscrição de uma proposta por pessoa.

É importante destacar que serão avaliados apenas os projetos apresentados dentro da data limite de inscrição estabelecida pelo edital. Não haverá prorrogação do prazo de inscrição. Serão destinados R$ 452 mil para a contratação dessas propostas artísticas.

Todos os editais previstos no Plano de Ação da Lei Aldir Blanc em Itabira são destinados para artistas e profissionais da cultura que seja residentes no município.

Nos próximos dias, a FCCDA deverá divulgar outros três editais da Lei Aldir Blanc: Concurso de Poesias Carlos Drummond de Andrade, Concurso Municipal de Desenho Artístico e Prêmio Cultura Popular “José Assunção”.

Clique aqui e acesse a página com informações e todos os editais da Lei Aldir Blanc.

Arte_Divulgação_Editais_Lei_Aldir_Blanc_02

Outras informações pelo site www.fccda.com.br ou pelo telefone (31) 3835-2102.

LEIA MAIS

Comentários