Instituto Lukinha DDG lança plataforma de governança para mapear Itabira

O objetivo é construir uma agenda de temas estratégicos para embasar projetos públicos e cobrar representatividade dos anseios da população nas eleições 2020

A população de Itabira está convidada a debater as áreas que carecem maior atenção do poder público. Essa é a proposta da plataforma digital “Itabira Mais”, lançada pelo Instituto Lukinha DDG. No site e redes sociais da iniciativa, a ideia é que cidadãos falem e apontem soluções que envolvam desenvolvimento econômico, obras de infraestrutura, políticas sociais e de educação, além dos desafios para a diversificação econômica do município.

A plataforma pode ser acessada no link itabiramais.com.br e está disponível também nas redes Facebook, Instagram, Twitter e YouTube. A iniciativa foi apresentada nos últimos dias pelo rapper, empreendedor e gestor de projetos Lukinha DDG em seus perfis digitais.

“Temos uma responsabilidade com o futuro de Itabira. Precisamos avançar na construção de uma cidade melhor”, diz o ativista, em vídeo divulgado nas redes. Segundo DDG, a agenda será uma construção coletiva, reunindo no fórum digital as expectativas da população participante, os eixos de atuação e ações para um plano de governança e gestão.

“Itabira tem futuro e ele deve ser construído com a participação de todos. O Itabira Mais é um movimento de valorização da sociedade para ouvir e planejar políticas e práticas para um futuro melhor”, aponta Lukinha DDG.

O Instituto

O Instituto Lukinha DDG atua com projetos e programas de inclusão social, com alvo em desenvolvimento sustentável. A entidade já fomentou e acelerou iniciativas como o Projeto Poetizar, tido como referência em literatura e premiado no estado. A ação já concorreu ao Prêmio Innovare, do qual tem comissão julgadora formada por ministros do STF e STJ.

Com o Sarau Essência, tradicional encontro de poesia, o Instituto motiva a ocupação sociocultural de espaços públicos – sua maior edição reuniu aproximadamente 2 mil pessoas.

O grupo promove a Semana de Arte, Cultura e Empreendedorismo, para potencializar instituições de ensino com tecnologia e inovação, capacitação e desenvolvimento de negócios. Encoraja, ainda, um ecossistema de OSC (organizações da sociedade civil), ajudando outras entidades a desenvolverem seus modelos de gestão.

LEIA MAIS

Comentários