Igor Venal lança “Quem Ama Bloqueia”, primeiro single do álbum Transgênese

Transgênese é um termo que define o processo de alteração do material genético de uma espécie pela introdução de uma ou mais sequências de genes de outra espécie. É uma forma de mutação. O novo trabalho de Igor Venal, antecipado nesta semana pelo single “Quem Ama Bloqueia”, representa as transformações culturais pelas quais o músico itabirano tem passado desde que iniciou carreira solo e buscou refúgio na capital mineira, Belo Horizonte.

Nesse tempo, encerrou a parceria com a sua antiga banda – Venal –, com quem lançou o EP “Um Milhão de Ideias Mortas” (2014) e o single “Instante Adeus” (2015); iniciou os estudos em Música; e assumiu o direcionamento de sua carreira, o que levou a firmar parcerias com outros artistas do cenário independente, a exemplo da banda Chiqueiro Elétrico, com quem gravou o EP “Arco-Íris Preto e Branco” (2016).

02Com essa caminhada experimentou a diversidade cultural: do início ligado ao indie e ao rock alternativo passou a transitar, também, pela MPB e pelos ritmos regionais. A experimentação acabou levando ao seu próximo EP, intitulado “Transgênese”, que tem previsão de lançamento para o fim de maio deste ano, e que traz em sua concepção a mutação musical que tem se tornado marca do trabalho de Igor Venal.

“Talvez esse seja o meu trabalho mais maduro até agora. Consegui colocar todas as influências que queria e, talvez, seja a obra que tenha feito de forma mais livre, sem muita influência de terceiros, sem contar, claro, o Matheus [Pinheiro], produtor do EP”, avalia Igor Venal.

“Transgênese” promete ser uma grande miscelânea musical. Nele será possível encontrar sonoridades ora tradicionais ora modernas; composições com apelo romântico e, também, político; e um despertar de sentimentos variados: desde a alegria até a indignação com o momento pelo qual passa o país. Um trabalho que sintetiza as mudanças pelas quais passamos ao longo da vida.

“’Transgênese’ é tanto a influência do novo que tenho em mim quanto a conclusão de assuntos pendentes no passado. Nesse álbum tem músicas minhas que não chegaram a ser gravadas na Venal e, também, músicas que sequer foram ouvidas ainda, com exceção de minha participação no ‘CotonightShow’, que deu alguns spoilers desse novo trabalho”, reflete Igor Venal.

Ainda falta algum tempo para “Transgênese” ganhar as ruas, mas algumas canções já foram antecipadas. “Quem Ama Bloqueia”, lançado nesta semana, é o primeiro single do EP e traz uma sonoridade nova para quem acompanha a carreira de Igor Venal. A música, em sua raiz, é brega, estilo acostumado de falar de amor – às vezes doloroso, às vezes irreverente. E essas definições fazem parte da composição, como pode ser percebido logo em seu nome.

“’Quem Ama Bloqueia’, assim como quase todas as minhas canções, retrata03 algo vivenciado por mim mesmo, o que sugere o gosto e sentimentalismo que acredito serem indispensáveis numa música. Além de ter uma rítmica mais diversa do que as demais do álbum, também tinha em mente que para single seria necessária uma das músicas menos sérias, de preferência com um ritmo envolvente. ‘Quem Ama Bloqueia’ retrata uma situação de lugar comum e, por isso, acredito que mais pessoas possam se identificar com ela”, destaca Igor Venal.

Além do single, a canção “Amor & Poesia”, que também integra o EP, foi divulgada para o público. Ela ganhou um webclipe em que traz uma parceria entre Venal e Matheus Pinheiro – produtor por trás de “Transgênese”. A música é uma composição de Mauro Costa (colunista do Trem das Gerais) e, diferente de “Quem Ama Bloqueia”, traduz o amor de forma mais romântica e um ritmo mais leve.

“A parceria com Mauro [Costa] vem de longa data, afinal, foi ele quem me apresentou Newton Baiandeira [padrinho musical de Venal]. Tocamos juntos antes mesmo de a Venal existir, formávamos uma dupla chamada Mauro & Moura. Já o Matheus [Pinheiro] participou do webclipe de ‘Amor & Poesia’, além de ser um ritmo bem a praia dele, já era decisão minha que ele participasse de alguma música. Não teve outra, ele encaixou feito uma luva na canção”, explica Igor Venal.

O EP “Transgênese” foi gravado no MP Studio, de Matheus Pinheiro, em Nova Lima, Minas Gerais. Porém, algumas captações foram feitas pelo próprio Igor Venal e contaram com o auxílio de Paulinho Almeida, da HOPE Produtora.

Clique aqui e confira o single “Quem Ama Bloqueia”:

Clique aqui e confira o webclipe da música “Amor & Poesia”:

LEIA MAIS

Comentários

A profissão é jornalista. A diversão é um livro. Mas também pode ser um filme ou uma série. O esporte é futebol - desde que acompanhado do sofá da sala. O universo digital exerce grande interesse. Não dispensa uma xícara de café ou um copinho de cerveja.