Governo abre licitação de livros para equipar bibliotecas da capital e do interior

Secretaria de Estado de Cultura (SEC) abre processo licitatório para aquisição de 7.297 exemplares de livros de literatura para atender à Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa. A licitação prevê a destinação de kits, com mil títulos cada um, para cinco cidades do interior que desejam criar bibliotecas públicas municipais.

O processo de aquisição será realizado por meio de pregão eletrônico, no Portal de Compras do Governo de Minas Gerais (www.compras.mg.gov.br), sendo que a abertura da sessão pública ocorrerá às 10 horas do dia 14 de dezembro, conforme Edital publicado no Diário Oficial do Estado.

Com a aquisição de 1.047 títulos exclusivos para a Luiz de Bessa, a Superintendência de Bibliotecas Públicas espera recompor os setores de empréstimo domiciliar, referência, infanto-juvenil, carro-biblioteca, caixa-estante, braile, mineiriana e patrimonial, com títulos editados conforme o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

Esses títulos irão se ajuntar aos mais de 572 mil exemplares que já fazem parte do acervo da biblioteca que, além de ser responsável por guardar a memória bibliográfica mineira, é modelo para as bibliotecas públicas do interior.

“A equipe da biblioteca trabalhou cuidadosamente na seleção desses títulos para atender às demandas dos leitores e também para oferecer boas opções de leitura literária e fontes de pesquisa confiáveis”, destaca a diretora de Formação e Processamento Técnico de Acervos da Superintendência de Bibliotecas Públicas e Suplemento Literário da SEC, Cleide Fernandes.

Alguns critérios foram considerados para nortear o trabalho de seleção das obras, frente aos milhares de títulos disponíveis no mercado editorial brasileiro. Veja abaixo:

minas_licitação_livros_01

No interior
Outros 1.000 títulos irão compor acervos de cada biblioteca pública selecionada no interior por meio das ações do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas Municipais. Serão cinco kits que poderão ser acessados por edital próprio para a criação de novas bibliotecas.

Os municípios interessados em receber os kits de livros deverão apresentar projetos específicos à Superintendência de Bibliotecas Públicas e Suplemento Literário.

O edital ainda não foi publicado, mas os volumes serão destinados aos municípios que não possuem bibliotecas públicas ou àqueles que possuem uma unidade instalada na área urbana e almejam criar outra na zona rural ou em distritos.

Para a gestora de cultura e bibliotecária, Silvânia Ferreira, a aquisição dos kits e a distribuição deles aos municípios do interior democratiza o acesso ao livro.

“Crianças, adultos e idosos poderão se encontrar nas bibliotecas, sem restrição, pois estes espaços garantem o contato gratuito com a informação e à cultura”, comemora Silvânia.

*Com informações da Agência Minas.

Comentários