Fundação Cultural organiza reunião de alinhamento com vigias de patrimônio da Itaurb

Nos dias 28 e 29 de setembro, representantes da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) e da Itaurb se reuniram com os vigilantes que prestam serviços à instituição para uma importante reunião de alinhamento.

Durante os encontros, os representantes da FCCDA deixaram claro que valorizam o trabalho realizado pelos vigilantes e destacaram como é essencial a presença deles como guardiões do patrimônio público municipal. “Acreditamos que quando falamos em patrimônio público não estamos nos referindo apenas aos prédios e estruturas físicas, mas também a tudo que é preservado e guardado nesses espaços”, explicou Sandra Duarte, chefe do departamento de produção e promoção artística.

Responsável pela organização e funcionamento dos equipamentos culturais da FCCDA, como a Casa de Drummond, o Memorial Carlos Drummond de Andrade, a Fazenda do Pontal e a Casa do Brás, Sandra ressaltou a importância dos vigias estarem mais próximos da coordenação de cada um desses locais. Para isso foram distribuídas apostilas sobre cada um dos equipamentos culturais, bem como os nomes dos coordenadores e responsáveis por cada setor.

Além disso, Marcos Alcântara, assessor cultural da FCCDA, conduziu um breve treinamento sobre comportamento, recepção, postura e atendimento. “Esses vigilantes também fazem parte do grupo de pessoas que lidam diretamente com o atendimento ao público e nutri-los de informações corretas é essencial”.

Para Jean Nunes Cordeiro, gerente da vigilância da Itaurb, “esse convite que a Fundação Cultural nos fez é muito importante. Reuniões como essa nos fazem caminhar cada vez mais afinados. Esperamos que elas continuem acontecendo com cada vez mais frequência.” Opinião compartilhada pela superintendente da FCCDA, Cristina Magalhães. “É importante fazermos sempre um nivelamento de informações visando fortalecer nossos trabalhos em comum com outras secretarias e autarquias”, frisou.

Comentários