Filme Noir e indicação de Cataguases ao título de “Cidade Criativa” são temas do Cinematógrafo, da Rede Minas, na próxima sexta-feira

Além do gênero cinematográfico Noir, programa ainda trata da indicação de Cataguases ao título de “Cidade Criativa” da Unesco, tema de campanha da Rede Minas no mês de maio

Filmes marcados pelas ruas sombrias, pessoas à espreita, investigações e a figura das femme falatales. Assim nasceu o gênero Noir, batizado pelo crítico francês Nino Frank em 1946, logo após a segunda guerra mundial. Esse é o tema do Cinematógrafo da próxima sexta, 10 de maio. Para falar sobre o assunto, o programa recebe o professor e doutor em Artes e Cinema, José Ricardo Júnior.

No quadro “Ponto de Vista”, a crítica do filme “A Sombra do Pai”, de Gabriela Amaral Almeida, pelo jornalista Rodrigo Castro. A cineasta paulista aposta agora em horror. A trama não é só mais um filme de terror para dar medo ao público, mas trabalha questões como a paternidade, a infância e o abandono.

O programa ainda apresenta novidades sobre os filmes Noir americanos, que conquistaram os países asiáticos no final de década de 70. O Cinematógrafo, da Rede Minas, vai ao na próxima sexta-feira, 10, às 20h45.

Sobre o Cinematógrafo

O Cinematógrafo, da Rede Minas, é apresentado por Fernando Tibúrcio. O projeto, idealizado por Johanes Junqueira, começou na internet, caiu no gosto dos internautas e ganhou a tela da TV pública em 2018. A terceira temporada apresenta gêneros e subgêneros da sétima arte. O programa vai ao ar todas as sextas, às 20h45.

SERVIÇO

Cinematógrafo – 3ª temporada – Gêneros Cinematográficos 
Quinto episódio da série: Filmes Noir – sexta-feira, 10 de maio, às 20h45
Exibição do Cinematógrafo: às sextas-feiras, às 20h45
Obs.: no 6º episódio, que vai ao ar na sexta-feira, é a vez de “filme musical”

LEIA MAIS

Comentários