Ficção Científica é tema do Cinematógrafo, da Rede Minas, desta sexta-feira

Programa apresenta clássicos e a reinvenção do gênero que atrai amantes do cinema em todo o mundo

Discos voadores ou viagens no tempo. Os filmes de ficção científica alcançaram uma fórmula que deu certo, agradando diferentes perfis de cinéfilos. O gênero foi marca de grandes clássicos, como “Star Wars”, e tem se reinventado em títulos que lotam as salas de cinema. O Cinematógrafo de sexta-feira, 28 de junho, entrou no universo mágico da ficção científica e mostra o estilo que faz o público embarcar no futuro, na ciência e na tecnologia.

Para falar sobre o assunto, o Cinematógrafo conversou com a pesquisadora e professora da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Rita Ribeiro, que vai falar sobre a origem desses filmes que saíram da página dos livros há dois séculos e ganharam as telonas. No programa, ainda a crítica do brasileiro “Divino Amor”, de Gabriel Mascaro. Com baixo orçamento, o cineasta retirou uma cena cotidiana das pessoas, a crise no casamento, para mostrar o fantasioso tratamento religioso de casais.

Essas e outras novidades no programa Cinematógrafo, apresentado pelo jornalista Fernando Tibúrcio e dirigido por Johanes Junqueira, da Rede Minas, na sexta, às 20h45.

Programa Alto-Falante

Imagine amigos reunidos no sofá e, ao invés do café, muito som. O Alto-Falante foi conferir de perto esse encontro íntimo, batizado de “Sarau Tranquilo”, que reúne grandes nomes da música mineira. A jornalista Sabrina Damasceno esteve no evento, onde conversou com cantores e compositores. O programa dá oportunidade ao público de participar dessa pequena festa onde o diálogo é intercalado por vozes e violão.

O Alto-Falante ainda traz, nesta edição, o último lançamento do mais genioso dos irmãos Gallagher, um dos ex-integrantes do grupo Oasis. Liam divulgou um novo single e o programa mostra esse trabalho na tela da TV. O legado da famosa banda americana “Allman Brothers Band” é outro destaque. O trabalho desses músicos de southern rock continua com os filhos, que se juntaram e formaram a “The Allman Betts Band”. Na programação, ainda o novo álbum do grupo de folk The Avett Brothers e a performance, ao vivo, de Bob Dylan na famosa turnê do músico realizada na década de 70, presente no filme “Rolling Thunder Revue”, do cineasta Martin Scorsese.

O programa também dá oportunidade para novos artistas brasileiros. Desta vez, o Alto-Falante mostra, no quadro “Garimpo”, o trabalho de indie etéreo da paulista Papisa, que se prepara para lançar o primeiro disco.

A atração “Enciclopédia do Rock” promete muitas curiosidades. Adriano Falabella relembra o trabalho dos holandeses do Kayak, que nos anos 70 ultrapassaram os Países Baixos levando muito rock progressivo.

Essas e outras novidades no Alto-Falante, apresentado por Terence Machado e Sabrina Damasceno, de sábado, 29 de junho, às 17h, pela Rede Minas, e às 14h, pela TV Brasil.

Programa Harmonia

Nada de Mozart, Bethoveen ou Bach. A orquestra Opus interpreta o clássico do pop, com obras do considerado “rei” desse gênero: Michael Jackson. O concerto é uma homenagem ao cantor, que marcou o cenário da música com recordes e prêmios. O espetáculo foi gravado, com exclusividade, pela Rede Minas. O Harmonia exibe, pela primeira vez na TV, faixas do espetáculo que prometem agradar os fãs da música erudita e do pop que embalou fãs, seja pela voz ou pelos movimentos nos passos e coreografias de Michael Jackson.

O Harmonia ainda traz mais novidades. Desta vez, o programa apresenta uma entrevista especial. No lugar dos regentes, o jornalista Clóvis Ribeiro conversa com Terence Machado, que comanda, há mais de 20 anos, o programa de pop e rock Alto-Falante. No bate-papo, uma retrospectiva da vida e da carreira de Michael Jackson.

O Harmonia especial dedicado aos dez anos de morte do astro do pop Michael Jacson é no domingo, 30 de junho, às 19h, pela Rede Minas.

LEIA MAIS

Comentários