Festival Guaiamum Treloso, em Pernambuco, anuncia programação completa. Confira!

Quarta edição do festival acontece dia 9 de fevereiro na Fazenda Bem-Te-Vi, em Aldeia, Pernambuco (PE), com shows de artistas nacionais a partir das 14h

A Fazenda Bem-Te-Vi, em Aldeia, vai voltar a ser por um dia o palco de uma das festas mais tradicionais de Pernambuco: o Guaiamum Treloso. Apresentado pela Devassa, com patrocínio da Pitú e Bem-Te-Vi, e comemorando 25 anos no dia 9 de fevereiro, o festival chega a sua quarta edição. O line-up mescla artistas pernambucanos consagrados como Ave Sangria e Cordel do Fogo Encantado junto a nomes nacionais como Baco Exu do Blues (BA), MC Carol (RJ), Jaloo (PA) e BK (RJ), bandas como Carne Doce (GO), Marrakesh (PR) e Ana Frango Elétrico (RJ) e ainda o brega funk de Dadá Boladão (PE).

Comparado a uma espécie de Woodstock nordestino, o Guaiamum Treloso Rural é um evento que promove o contato com a natureza e faz com que o público tenha outro olhar para a cidade e as áreas rurais da Região Metropolitana. Dividido em três palcos e com uma programação que começa às 14h, o evento aposta na cena local trazendo artistas do Nordeste como Vieira (PB), Escurinho (PB), Sereia Problema (AL), Torre (PE), Kalouv (PE), Phalanx Formation (PE) e Luísa e os Alquimistas (RN).

Sustentável

Produzido por Felipe Cabral e Eduardo Pereira, umas das novidades do Guaiamum Treloso Rural para este ano é a criação do Ingresso Verde que dá desconto no valor do bilhete inteiro. Parte da bilheteria arrecadada será doada para gerar uma contrapartida ambiental permanente que será implementada ao longo das semanas pós-evento.

Com a consultoria de Zenaide Nunes Magalhães, arquiteta urbanista e vice-presidente da Rede Brasileira de Jardins Botânicos, e Eduardo Lins, biólogo experiente em licenciamento ambiental e em elaboração de planos de manejo, o festival irá implementar um bosque com espécies arbóreas nativas da região dentro da Comunidade do Rachão, em Aldeia.

“O bosque terá o nome de Mr. Fryer, em homenagem a John Fryer, que fundou em 1978 a Escola Internacional de Aldeia (EIA), que tem uma educação mais humanizada, participativa e integrada à família e à comunidade, envolvendo valores culturais, ambientais e éticos”, conta Felipe. Os ingressos do festival estão à venda pelo Sympla.   

E em parceria com a Prefeitura de Camaragibe, o festival vai promover às crianças e jovens da cidade um maior contato com a arte e cultura através de oficinas de Frevo (história, música e dança do frevo), Teatro Popular (iniciação teatral, história do teatro popular, criação e concepção dos personagens Mateus e Catirina), Reciclagem em Pneus (limpeza, conscientização do meio ambiente, importância da reciclagem, técnicas de corte a tratamento dos pneus, técnica de pintura e estudo das cores) e Adereços Carnavalescos (manejo com instrumentos de corte e colagem, criação e confecção de adereços de cabeça).

O objetivo das oficinas é aproximar a população das linguagens artísticas, como também proporcionar abertura de mercado de trabalho, uma vez que as oficinas estão ligadas ao ciclo carnavalesco entre os dias 21 de janeiro e 9 de fevereiro. Com turmas de 25 integrantes e idade mínima de 14 anos, os interessados podem se inscrever na Fundação de Cultura de Camaragibe, das 9h às 15h, na Vila da Fábrica.

Atrações

Palco Pitú – A partir das 14h o festival abre os portões da Fazenda Bem Te Vi para a entrada do público. Dedicado a novos talentos e bandas independentes, o Palco Pitú inicia a maratona de shows às 14h30 com o grupo paraibano Vieira, vencedores do Red Bull Breaktime Sessions 2017, lançando o disco “Parahyba Vive”. Em seguida é a vez do quarteto de Maceió/Recife Sereia Problema apresentando o seu indie rock com as músicas do seu EP homônimo.

Logo depois é a vez de uma das bandas revelações de Recife: o grupo Torre, que apresenta o seu rock/pop eletrônico com músicas de seu trabalho de estreia “rua i”, e o rapper Fontes, que traz o repertório do seu primeiro EP “Não Conformista”, mostrando suas influências do rap, jazz e trap.

A banda Luísa e os Alquimistas, de Natal, se apresenta no Guaiamum Treloso Rural pela primeira vez tocando para o público local o seu novo disco “Vekanandra” e mostrando as novas experiências sonoras da banda com uma pegada mais eletrônica e shows mais intensos. A dupla recifense Phalanx Formation encerra a programação deste palco à noite com seus timbres dançantes e distorcidos que marcaram seu álbum de estreia “How to Destroy a Phalanx Formation”.

Palco Devassa – A sua programação começa às 14h30 com a banda recifense instrumental Kalouv encerrando a turnê do mais recente disco “Elã”. Logo em seguida, a multi-instrumentista capixaba Gabriela Deptulski entra no palco com a sua banda My Magical Glowing Lens mostrando músicas do disco “Cosmos”. Na sequência vem uma das mais novas apostas da cena alternativa do Rio de Janeiro, Ana Frango Elétrico, com o seu disco de estréia “Mormaço Queima”, mostrando sua bossa-pop-rock decadente com pinceladas de punk pela primeira vez em Pernambuco. A cantora carioca convida a musa pernambucana Duda Beat para uma participação especial no show.

Pouco depois, a mais cultuada banda da psicodelia pernambucana, Ave Sangria, sobe ao palco tocando músicas de seu emblemático disco de 1974 e inéditas do novo disco “Vendavais”, a ser lançado em abril, em primeira mão. O rapper carioca BK faz a estreia do disco “Gigantes” no festival e sobe ao palco com o DJ e produtor El Lif Beatz e o produtor Jonas Chagas. Em seguida, o baiano Baco Exu do Blues, que com seu novo disco “Bluesman” conquistou crítica e público, integrando diversas listas como melhor disco do ano, entra em cena. A noite se encerra com a apresentação da cantora carioca MC Carol, dona de hits como “Delação Premiada”, “100% Feminista” e “Jorginho me empresta a 12”. Versando sobre a vida no morro em suas diversas facetas, das histórias divertidas às violentas, a MC se destaca por se posicionar publicamente sobre feminismo, padrões estéticos e violência policial.

Palco Naná Vasconcelos – Local dos shows mais disputados do festival, o Palco Naná Vasconcelos abre sua programação às 15h10 com o cantor Escurinho, nome cultuado pelo show e disco lançado em 1995 chamado “Labacé”. A banda curitibana Marrakesh é a segunda a se apresentar lançando o disco “Cold as a Kitchen Floor” com faixas que se utilizam da experimentação não só com os instrumentos, mas também com o vocal, que muitas vezes é distorcido. O paraense Jaloo volta à cidade com uma convidada especial: a cantora paulista MC Tha que traz músicas do seu elogiado disco “#1” e novas canções que o cantor vem lançando como o single “Céu Azul”.

Na sequência, a banda goiana Carne Doce mostra na cidade o show de seu terceiro disco “Tônus” apresentando os hits “Golpista” e “Amor Distrai (Durin)”, uma das músicas mais tocadas de 2018. Logo em seguida, o festival se anima com o brega funk de Dadá Boladão trazendo o ritmo mais quente das periferias do Recife. E em seu auge, o festival encerra sua quarta edição com o emblemático show do Cordel do Fogo Encantado tocando músicas do seu mais novo disco “Viagem ao Coração do Sol” e clássicos dos discos “Cordel do Fogo Encantado” (2001), “O Palhaço do Circo Sem Futuro” (2002) e “Transfiguração” (2006). Formado por Lirinha, Clayton Barros e Emerson Calado e os percussionistas recifenses Nego Henrique e Rafael Almeida, a banda conta também com a participação de Isadora Melo na turnê.

Confira a programação completa:

Sábado (9 de fevereiro)

Palco Pitú

  • Vieira (PB)
  • Sereia Problema (AL/PE)
  • Torre (PE)
  • Fontes (RJ)
  • Luisa e Os Alquimistas (RN)
  • Phalanx Formation (PE)

Palco Devassa

  • Kalouv (PE)
  • My Magical Glowing Lens (ES)
  • Ana Frango Elétrico (RJ)
  • Ave Sangria (PE)
  • BK (RJ)
  • Baco Exu do Blues (BA)
  • MC Carol (RJ)

Palco Naná Vasconcelos

  • Escurinho (PE)
  • Marrakesh (PR)
  • Jaloo (PA) convida MC Tha (SP)
  • Carne Doce (GO)
  • Dadá Boladão (PE)
  • Cordel do Fogo Encantado (PE)

Oficinas

Oficina de Frevo
Facilitador: João Paulo Lira
Local: Guarany Esporte Clube – Vila da Fábrica – 9h às 11h
Escola Municipal São José – Vera Cruz – Aldeia
14h às 16h – Segundas e quarta-feiras

Oficina de Reciclagem de Pneus
Facilitador: Tony Baé
Local: Cras de Vera Cruz – Aldeia
9h às 12h – Segundas, quartas e sexta-feiras

Oficina Adereços Carnavalescos
Facilitadora: Eliane Medeiros.
Local: Sede das Mulheres Guerreiras – no Largo do Japão – 9h às 11h
Sede do Amante das Flores- Centro de Camaragibe
19h às 21h – Terças e quinta-feiras

Oficina de Teatro Popular
Facilitador: José Brito
Local: Centro de Criatividade Musical Raminho do Trombone
Sede da Banda – Alto da Boa Vista
14h às 17h – Terça- feiras e sábados

SERVIÇO

Guaiamum Treloso Rural 2019
Local: Fazenda Bem-Te-Vi (Estrada de Aldeia, km 13, Camaragibe/PE)
Ingressos: 3º Lote: R$ 60 (meia), R$ 85 (Ingresso verde) e R$ 120 (inteira)
Ingressos Expresso Treloso: R$ 20 (Shopping Plaza, Shopping Recife e Shopping Tacaruna)
Link para compra online: https://www.sympla.com.br/guaiamum-treloso-rural-2019__341009

LEIA MAIS

Comentários