Festival do Rio premia os destaques do cinema brasileiro

Na noite dessa quinta-feira, 19 de dezembro, o cinema brasileiro esteve em festa. Em cerimônia no Museu do Amanhã foram anunciados os ganhadores do Troféu Redentor. Em sua 21ª edição, o Festival do Rio contou com a apresentação de Fábio Porchat e Evelyn Castro. Entre os destaque, estava Regina Casé vencedora do prêmio de Melhor Atriz pela atuação no longa “Três Verões”, de Sandra Kogut.

Em seu discurso, Regina frisou que o filme, que ainda vai estrear, já recebeu um prêmio em cada festival que participou. Ela estava acompanhada pelo filho e fez questão de destacar a importância da representatividade no prêmio. “O Roque aguentou acordado e fiquei muito feliz de ele ter visto tantos atores, roteiristas e diretores negros no palco e na tela, isso há dez anos não seria possível, e é muito legal vê-lo tão bem representado por vocês que foram premiados hoje”.

19122019---regina-case-recebe-premio-de-melhor-atriz-no-festival-do-rio-com-o-filho-roque-1576857576250_v2_900x506

Outra premiada de peso foi Bruna Linzmeyer que ganhou como Personalidade do Ano no Prêmio Suzy Capó. Ao receber o troféu ela disse que “esse prêmio não é só meu. Quero dividi-lo com todas as mulheres que amei, com as que tive a oportunidade de viver esse amor e as que não tive. Com mulheres que se amam, que vieram antes de mim, as que ainda estão no armário, as que não podem sair, as que ainda não se descobriram… O futuro não será feito sem a gente”.

Dê uma olhadinha na lista e saiba quem ganhou em cada categoria.

Curta-Metragem – “Revoada”, de Victor Costa Lopes
Prêmio Especial do Júri – “Chão”, de Camila Freitas
Longa-Metragem – “Sete Anos em Maio”, de Affonso Uchôa
Melhor Curta Júri Popular – “Carne”, de Camila Kater
Melhor Curta – “A Mentira”, de Klaus Diehl e Rafael Spínola
Melhor Montagem – Renato Vallon, “Breve Miragem de Sol”, de Eryk Rocha
Melhor Roteiro – Hilton Lacerda, “Fim de Festa”
Melhor Fotografia – Miguel Vassy, “Breve Miragem de Sol”
Prêmio Especial do Júri de Melhor Som – “A Febre”
Melhor Ator Coadjuvante – Augusto Madeira, “Acqua Movie”
Melhor Atriz Coadjuvante – Gabriela Carneiro da Cunha, “Anna” (Heitor Dhalia)
Melhor Ator – Fabrício Boliveira, “Breve Miragem de Sol”
Melhor Atriz – Regina Casé, “Três verões”
Melhor Direção de Documentário – Vincent Rimbaux e Patrizia Landi, “Ressaca”
Melhor Direção de Ficção – Maya Da-Rin, “A Febre”
Melhor Longa Documentário Voto Popular – “Favela é Moda”, de Emílio Domingos
Melhor Longa de Ficção Voto Popular: “M8 – Quando a Morte Socorre a Vida”, de Jeferson De
Melhor Longa de Ficção Júri Oficial – “Fim de Festa”, de Hilton Lacerda

LEIA MAIS

Comentários