Festival da Canção de Protesto anuncia premiação aos vencedores

Prazo de inscrição vai até o dia 31 de agosto

O vencedor do Festival da Canção de Protesto, além de um show no Bar Opinião (RS), também receberá como premiação um hotsite temático para divulgação do seu trabalho, com 12 meses de hospedagem gratuita, headphone da marca JBL e, para completar, uma pintura sua feita pelo artista plástico Ernesto Kunde.

Aberto a artistas profissionais e amadores, o Festival divulgará músicas inéditas de cunho social e político progressista, que promovam valores como liberdade e igualdade. Totalmente virtual, será transmitido pelo Youtube dia 03 de outubro, a partir das 20h30.

“Neste momento em que vivemos uma pandemia junto à crise política nacional sem precedentes, decidi reunir um grupo de amigos para lançar esse Festival, exclusivamente com canções de protesto”, justifica o administrador de empresas Mauro Nadvorny, realizador do projeto. Sem fins lucrativos, o evento não tem patrocinadores e todo trabalho é voluntário.

Para participar, as inscrições podem ser realizadas até o dia 31 de agosto no site do Festival. O artista deve enviar a obra em HD, formato MP4, e as músicas não podem ultrapassar o tempo limite de 4 minutos. Só poderão concorrer canções inéditas, inclusive em redes sociais.

A seleção acontecerá no mês de setembro, por uma comissão julgadora formada pelos músicos e ativistas políticos Jean Goldenbaum e Mauro Perelmann, a cantora Andréa Cavalheiro e os jornalistas Thiago Suman e Luiz Felipe Carneiro. A escolha será por voto popular. O segundo e o terceiro colocado também serão premiados com um hotsite e headphones JBL.

LEIA MAIS

Comentários