Festa do Museu do Tropeiro, em Ipoema, reúne mais de 40 comitivas

O 15º aniversário do Museu do Tropeiro, realizado no sábado, 7 de abril, em Ipoema (Itabira, Minas Gerais), reuniu mais de 40 comitivas. Além da tradicional cavalgada, a festa contou com apresentações culturais diversas que remetem à tradição tropeira e a história do distrito itabirano.

“Há 15 anos comemoramos esse aniversário e, hoje, recebemos a visita de várias comitivas e pessoas do Brasil inteiro. Isso demonstra que lá no passado, quando fizemos o Museu do Tropeiro, deu certo, foi um trabalho bem-feito. Mas, o mais importante e que fez, de fato, funcionar, é que a comunidade de Ipoema que abraçou a causa”, destacou Ronaldo Magalhães Lage (PTB), prefeito de Itabira, relembrando a inauguração do museu em 2003.

O secretário de estado de Cultura, Angelo Oswaldo, ressaltou a importância do acervo tropeiro para a cultura mineira e brasileira que, em sua opinião, é uma referência cultural singular. “O Museu é uma síntese da saga do tropeirismo no Brasil. Ele representa muito bem toda essa contribuição do movimento para a expansão da civilização e da construção do nosso país”. De acordo com ele, “os tropeiros estiveram presentes em toda parte, do sul ao norte e, em Minas Gerias, que em território é maior que a França, expandiu-se exatamente porque foi intercruzado pelos tropeiros. Vemos aqui em Ipoema isso muito bem representado em cada espaço e no acervo do museu”, analisou o secretário.

Já para José Don Carlos Alves, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT), a festa é a premiação de meses intensos de trabalhos voltados a esse monumento. “É um momento de sentimento de dever cumprido. Pensamos que o aniversário é um evento que engloba uma diversidade cultural enorme. É a junção, a união e a integração social porque aglutina um movimento econômico essencial para o município. Sempre digo que a celebração do aniversário do Museu do Tropeiro é a harmonia perfeita desses fatores tão importantes”, finalizou.

Festa

Um dos momentos mais emocionante da festa ficou por conta da homenagem prestada pela comitiva de Taquaraçu de Minas à família do ex-tropeiro Normando Duarte, que no século passado, foi anfitrião das comitivas que passavam por Ipoema. O momento foi celebrado quando a comitiva entregou uma placa comemorativa para a viúva e os dois filhos do ex-tropeiro, que ainda receberam flores do prefeito Ronaldo Magalhães.

Para encerrar as festividades do 15º aniversário do Museu do Tropeiro, o público prestigiou as apresentações dos Estaladores de Chicote e Lavadeiras de Ipoema, na praça Augusto Guerra. Logo após, show de Renato Caetano e Banda e Cléver Paulo e Banda Raiz. O evento contou ainda com barraquinhas de artesanato local e comidas e bebidas típicas da região.

Confira algumas fotos do 15º Aniversário do Museu do Tropeiro:

LEIA MAIS

Comentários