Festa de Santo Antônio, em Santa Bárbara, atrai público do Médio Piracicaba

O evento, patrimônio imaterial da cidade, marcou o Centro Histórico, como espaço especial destinado a boa gastronomia. Com shows de músicas típicas da época, a festa atraiu público de toda a região.

Sabe aquela comida com um gostinho especial? Que remete a sabores nostálgicos de momentos da nossa vida? Na festa de Santo Antônio, em Santa Bárbara, Minas Gerais, foi assim. Durante oito dias, o público pôde conferir uma bela gastronomia e se divertir com shows num espaço repaginado, inspirado nas conhecidas festas juninas do nordeste.

Todas as barracas contaram com deliciosos pratos típicos, que agradaram todos os paladares. Cada barraca tinha a sua referência. Tivemos o pastel de massa de mandioca, da Aarte; o tradicional pastel de queijo, da Apae; o churrasquinho, da Assanbloc; o omelete de Santo Antônio, da Pastoral Familiar; e o choconhaque e os caldos do Grupo Florescer e do Réver.

Junto a boa gastronomia, a música também foi responsável por lotar o Centro Histórico. Em oito dias, foram atrações para todos os gostos, desde sertanejo até forró. O ponto alto da festa foi no dia 12 de junho, com o show da banda Fulô de Mandacaru. Numa apresentação animada, com composições autorais e clássicos do forró brasileiro, os forrozeiros não deixaram ninguém parado ao som de muito arrasta pé. Ao final, o público pediu bis e os artistas mostraram desejo de retornar à cidade em outras oportunidades.

O padre Omar também colocou o público para dançar, no segundo dia de festa, com o show Samba de fé, misturando o ritmo genuíno brasileiro com religiosidade. Os artistas da terra, também ganharam o palco e agitaram os espectadores.

Outro ponto alto foi o concurso de barracas, que premiou as três mais bem ornamentadas, com elementos decorativos em referência às tradicionais festas juninas e ao padroeiro Santo Antônio. Foram premiadas as barracas da Pastoral Familiar (1º lugar), da Apae (2º lugar) e do Grupo Florescer (3º lugar).

As iguarias marcantes, aliadas a boa música e bela decoração, com bandeirolas, espantalhos e enfeites típicos, ajudaram o evento, que é patrimônio imaterial do município, a crescer e evoluir, atraindo pessoas de todo o Médio Piracicaba, consolidando a festa no calendário junino da região.

Confira a galeria de fotos do evento:

LEIA MAIS

Comentários