Fabricação do vinho de jabuticaba em Catas Altas começou no século XIX, 60 anos antes do que se acreditava

Ao contrário do que os historiadores sempre divulgaram, o famoso vinho de jabuticaba de Catas Altas surgiu ainda no século XIX, há pelo menos 60 anos antes da data oficial que, até então, se tinha conhecimento.

O Jornal do Comércio, do Rio de Janeiro, publicou em fevereiro de 1889 uma reportagem sobre produções de vinhos nacionais e em um trecho cita as qualidades da bebida catas-altense: “há um vinho de jabuticaba, de Catas Altas, de um gosto singular”.

Intitulada “Exposição de açúcar e vinhos”, a matéria encerra uma série de artigos sobre os diversos ramos da indústria nacional. A reportagem citada conta um pouco sobre a história da produção do vinho no Brasil e os produtos feitos na então província de Minas Gerais.

As aguardentes de uva e os vinhos tintos produzidos pelo catas-altense Domingos Vieira da Silva foram apontados como umas das principais bebidas fabricadas naquele tempo no estado, com excelentes qualidades.

Vinho de jabuticaba

Até então, os registros apontavam o início da produção do vinho de jabuticaba em Catas Altas em 1949, com Anastásio de Souza, como uma alternativa à fabricação do tradicional vinho de uva iniciada no século XIX no município, em 1868, pelo padre Monsenhor Mendes.

“Com a descoberta, percebeu-se que Sr. Anastácio, na verdade, resgatou uma tradição que havia sido perdida em algum momento durante o século XX”, explica Miguel Sá, o responsável pela pesquisa.

Vinho ou fermentado

Apesar da produção do vinho de jabuticaba ser uma tradição antiga, ainda há uma discussão sobre a correta nomenclatura da bebida feita a base de jabuticaba. Especialistas afirmam que apenas a de uva deve ser chamada de vinho e a de jabuticaba, de fermentado.

Discussões à parte, a presença abundante da fruta nos quintais do município e a sua boa qualidade, deu início à fabricação da bebida, gerando uma tradição que foi passada de geração em geração até chegar à tradicional Festa do Vinho.

A festa foi criada em 2001 para enaltecer e resgatar a cultura do vinho que teve início na época em que as minas de ouro se esgotaram e a vinicultura se transformou em uma alternativa de subsistência.

Neste ano, a festa, que conta com shows, feira gastronômica e concurso para eleger a melhor bebida da cidade, será realizada nos dias 18, 19 e 20 de maio.

A Festa do Vinho é uma realização da Prefeitura de Catas Altas, em parceria com a Associação dos Produtores de Vinho, Agricultores Familiares e Outros Produtos Artesanais de Catas Altas (Aprovart).

LEIA MAIS

Comentários