Exposição “Arte Favela” traz releituras das obras de Carlos Drummond de Andrade

Foram os versos do poeta itabirano Carlos Drummond de Andrade que inspiraram grafiteiros de Belo Horizonte a criarem as telas que compõem a exposição “Arte Favela”, que será inaugurada nesta terça-feira, 12 de julho, às 19h30, na Galeria da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA). A mostra fica aberta ao público até o dia 31 de julho.

A exposição reúne trabalhos de grafites inspirados na obra e vida de Carlos Drummond de Andrade. Todas as telas foram produzidas por jovens de 16 a 30 anos, moradores de cinco comunidades da capital mineira.

Arte Favela é uma iniciativa cultural de democratização de diversas linguagens ligadas à juventude. Ao propor entrelaçar o universo das artes à identidade cultural juvenil, o projeto busca bases de agentes multiplicadores que se articulam para o desenvolvimento de exposições, saraus literários, apresentações musicais e desenhos animados.

Dentro de uma iniciativa chamada “Arte favela nos Becos”, dez obras circularam ao longo de 2015 por exposições temporárias nos becos de comunidades de BH, como Alto Vera Cruz, Conjunto Felicidade e Aglomerado da Serra.

SERVIÇO
Exposição “Arte Favela”
Local: Galeria da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (Avenida Carlos Drummond de Andrade, 666, Centro, (31) 3835-2102)
Data e horário: Terça a sexta-feira, das 8h às 18 h e sábados, das 9h às 13h
Ingressos: Gratuito

Comentários