Expoita 2017 será realização exclusiva da CDL

No dia 09 de maio, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Itabira, Maurício Martins, anunciou que a entidade irá realizar a Exposição Agropecuária de Itabira (Expoita) deste ano sem investimentos financeiros da Prefeitura Municipal de Itabira (PMI). Em uma parceria encabeçada pelo vereador Neidson Freitas (PP), a CDL firma um termo que cooperação técnica em que o município cederá o Parque de Exposições para a realização do evento.

Segundo Maurício, toda a produção, contratação de shows, venda de ingressos, estruturação e organização da Expoita 2017 ficará a cargo da entidade. A intenção é resgatar essa tradição e realizar uma grande festa, como os itabiranos se acostumaram a ver. Ainda segundo o presidente de CDL, o evento acontecerá, provavelmente, entre os dias 10 e 13 de agosto e já foi contratada uma dupla sertaneja de renome nacional.

O presidente da Câmara dos Vereadores, Neidson Freitas, foi quem conseguiu uma resposta positiva da CDL para assumir a produção do evento, após a declaração do prefeito Ronaldo Magalhães de que não haveria como o município investir financeiramente na organização da Expoita. Para ele, festas e movimentos culturais não devem ser uma obrigação única e exclusiva do poder público e a iniciativa privada pode ser uma grande parceira na promoção do lazer para os itabiranos.

Para a CDL organizar um evento desse porte não é novidade, já que em 2013 e 2014 a entidade assumiu a produção da Expoita, mesmo que a prefeitura tenha destinado recursos para cobrir os gastos com contratação de shows. Dessa vez, a arrecadação de valores para a realização do evento acontecerá por meio de patrocinadores, venda de ingressos, valores de estacionamento e comercialização de barracas.

Para quem não se lembra, a Expoita não acontece desde 2014 devido à falta de recursos financeiros da prefeitura. E já que ela não será uma das investidoras desse ano, os funcionários públicos terão que pagar ingresso para participar da festa. Outra mudança é que não haverá nenhum dia de evento com entrada gratuita.

Maurício Martins ressaltou ainda que a intenção da CDL é movimentar a economia da cidade por meio do lazer, já que um evento desse porte beneficia inúmeros setores. Além disso, ele deixou claro que a Expoita não está sendo pensada para gerar lucros e, caso haja saldo financeiro positivo ao final do evento, os valores serão destinado a entidades beneficentes.

LEIA MAIS

Comentários