“Entre Passos de Amar”, novo espetáculo do Grupo de Pesquisa Girarte, está disponível no YouTube

Espetáculo de dança trata das infinitas formas de amar. Turnê nacional e internacional foi suspensa pela pandemia de Covid-19 e estará disponível on-line

O amor está nos passos da dança contemporânea do Grupo de Pesquisa Girarte. O novo espetáculo, “Entre Passos de Amar”, entra em cena no dia 19 de dezembro de 2020, às 20h, no canal YouTube Projeto Girarte. O patrocínio é da Energisa e da Miba, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais. O elenco é composto pelos bailarinos Alan Resende, Fabiano Banna, Natália Barros, Marcus Diego e Tatiane Dias. A metodologia de trabalho do Girarte envolve um espaço amplo para discussões e colaborações coletivas, o que potencializa o processo de criação. Com a troca e os aprendizados, a obra fica ainda mais rica.

A área da produção cultural tem enfrentado muitos desafios, com a pandemia da Covid-19. O espetáculo “Entre Passos de Amar” estava previsto para circular pelo Brasil e também pelo exterior, em parceria com instituições culturais e educacionais do governo do Chile. A solução é a estreia por meio de transmissão ao vivo no YouTube: o espetáculo toma o palco do Centro Cultural Humberto Mauro na cidade de Cataguases/MG, enquanto pode ser visto por pessoas de todos os lugares do mundo.

Marcus Diego, coordenador do Girarte, conta sobre o desafio do espetáculo, pensado antes da pandemia de Covid-19 e diretamente afetado por ela. “Desde o início do “Grupo de Pesquisa Girarte” eu namoro o amor como uma possibilidade de investigação cênica em Dança. Porém, só em 2019 conseguimos recursos e fomento, para desenvolvimento e produção de um espetáculo com um tema tão complexo e simples ao mesmo tempo”, explica. Com o auxílio do psicólogo Ivaldo Neto, o foco das pesquisas para o espetáculo são as formas existentes de amor e de amar. “Refletimos sobre onde está o amor na humanidade, principalmente em um momento de tanta pressão como o que estamos vivendo em todas as esferas. Durante o processo de montagem trabalhamos com os sentimentos pessoais dos bailarinos, traduzindo em movimentos as diferentes percepções do amor e do amar, agregando à obra uma originalidade e sensibilidade diferenciada”, completa Marcus.

A trilha sonora do espetáculo foi criada de forma original durante um longo e diversificado processo. Fazem parte os músicos Felipe Continentino (Belo Horizonte-MG), Flavia Goa (Rio de Janeiro-RJ), com a participação especial do guitarrista Chines (Helder Silva), do percussionista Tumati (Rogério Mendonça) e das cantoras Thaylis Carneiro e Priscila Sandes (Cataguases-MG). Partes da trilha sonora foram criadas e depois coreografadas; outras foram coreografadas e depois criadas, em um diálogo contínuo e bem fora do “comum”. A construção coreográfica é de Marcus Diego, em parceria com Janaina Frade. A coreografia valoriza a identidade corporal e o movimento de cada bailarino. O conceito de figurino é de Carolina Sudati, e todo conjunto acaba pintando e compondo com diferentes movimentações todo cenário branco, tendo como contraponto uma tela de linhas abstratas construída por Priscila Sandes. A assistência de palco é da técnica Fernanda Pinheiro.

Covid-19

Projeto Girarte interrompeu suas atividades presenciais em março de 2020, quando a pandemia da Covid-19 chegou ao Brasil. Em outubro, as atividades foram retomadas parcialmente, após testes realizados em toda equipe, e também após estudo e criação de protocolos de segurança, em parceria com o Polo Audiovisual da Zona da Mata Mineira e Instituto Fábrica do Futuro, que também cedeu ao grupo espaço adequado para ensaios.

O período em que as atividades presenciais estavam interrompidas não paralisou totalmente o trabalho. As trilhas sonoras, os projetos de iluminação, cenário e figurino do espetáculo “Entre Passos de Amar” foram finalizados. Assim, o grupo se manteve ativo, apesar do isolamento social.

LEIA MAIS

Comentários