Duo Província da Mente chega às ruas com a música “440V”

O cenário hip hop itabirano começou com novidades em 2017. Em fevereiro, o duo Província da Mente, formado Alex Martins “CLD” e Filipe Melo “Bônus”, divulgou a sua primeira música, intitulada “440V”. A composição traduz a necessidade da dupla em expressar aquilo que observam e sentem em seu cotidiano. O trabalho chegou ao público acompanhado de um lyric vídeo.

Em sua música de estreia, o Província da Mente apresenta uma letra ácida e confere uma interpretação própria sobre a responsabilidade de assumir um papel em meio à cena rap. Uma linha de pensamento compartilhada pelos integrantes do duo, que são amigos de longa data e buscavam um novo projeto para se expressar artisticamente.

Filipe Bônus, como baixista, possui um histórico de colaboração com bandas itabiranas, tendo, inclusive, integrado o projeto Venal, que encerrou suas atividades no início de 2016. Já Alex CLD se dedicava às suas composições e as testava em gravações caseiras. O ímpeto criativo acabou por unir os amigos, que no final de 2016 partiram para a primeira gravação do duo.

03
Egresso da banda Venal, em que era baixista, Filipe Bônus assume os vocais no Província da Mente.

“Com o fim do projeto principal que eu me dedicava [Venal], senti a necessidade de tomar frente, de sentir a minha voz ativa. Às vezes temos vontade de pegar o microfone e cantar, colocar para as coisas para fora como um grito e expor algumas ideias, às vezes, bem pessoais. Essas coisas me atraíram muito e no ano passado decidimos criar o projeto”, define Filipe Bônus.

“Eu já escrevia e o Bonus já tinha o projeto musical dele. Nós sentamos em um barzinho, trocamos ideia e decidimos tentar esse projeto. Assim nasceu o Província da Mente”, acrescenta Alex CLD.

Não bastava apenas a vontade de montar o grupo, era preciso definir também uma linha de trabalho. De início foi necessário colocar nas ruas a primeira música autoral. “440V” foi composta em parceria pela dupla e gravada no home studio de Vinicius Souza – músico e amigo – em poucas horas. De posse da gravação, Filipe Bônus assumiu a responsabilidade de montar o lyric vídeo, o que foi possível graças aos tutoriais de edição de vídeo encontrados na internet.

04
Alex CLD divide o microfone e o processo criativo do Província da Mente com Filipe Bônus.

“Nós íamos lançar uma música, mas um lyric vídeo chama mais atenção, pois as pessoas conseguem ler e acompanhar melhor a letra. Entrei na internet, pesquisei como fazia e montei o vídeo. Tem uma coisa: a música foi gravada em 2016, e citamos essa data no final da música, mas como não sou videomaker demorei um tempo para editar e, por isso, lançamos em 2017. Pegamos para fazer de forma caseira porque é complicado essas coisas, pois geram custos. Mas, com certeza, dá para fazer. Galera do tutorial: ‘tamo junto’! (risadas)”, revela Filipe Bônus.

Apesar da correria para fazer a gravação e do trabalho caseiro para a construção do vídeo de divulgação, a qualidade do material sempre à frente do processo. Afinal, por se tratar de uma música de estreia, é preciso conquistar o público e, para isso, é importante contar com bom áudio. “Tivemos que gravar a música em pouco tempo e o próprio Bônus trabalhar no vídeo. Foi uma coisa bastante underground, mas, ao mesmo tempo, queríamos passar uma qualidade boa dentro do que era possível. Não queríamos lançar uma coisa malfeita que fizesse com que perdêssemos as pessoas que escutarem a nossa música”, conta Alex CLD.

Após o trabalho de estreia, o Província da Mente já trabalha em novos materiais. No momento, a dupla está produzindo uma nova canção que contará com beats do Velho Beats, de Belo Horizonte – também responsável pela gravação, mixagem e masterização do material. A nova música também receberá um clipe, a ser feito pelo itabirano radicado na capital mineira, Samuel Elom. E não para por aí: o objetivo é lançar até o meio do ano um EP. Agora é aguardar os próximos versos do Província da Mente.

Confira o lyric vídeo da música “440V”:

LEIA MAIS

Comentários

A profissão é jornalista. A diversão é um livro. Mas também pode ser um filme ou uma série. O esporte é futebol - desde que acompanhado do sofá da sala. O universo digital exerce grande interesse. Não dispensa uma xícara de café ou um copinho de cerveja.